Tamanho do texto

Estações Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin, da Linha 5-Lilás, passam a funcionar de forma parcial. Doria não participou de inauguração.

As três estações da Linha Lilás que foram inauguradas nesta semana abriram ao público com anos de atraso
Reprodução/Twitter
As três estações da Linha Lilás que foram inauguradas nesta semana abriram ao público com anos de atraso

O governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), inaugurou três novas estações da Linha Lilás do Metrô, a Linha 5. A cerimônia de inauguração aconteceu às 10h, na manhã desta quarta-feira (6).

Leia também: Alckmin inicia pré-campanha em evento no Sul

As estações Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin, ficam na zona sul da capital paulista, entre os bairros de Santo Amaro e Brooklin. Elas fazem parte da Linha Lilás , que – quando completa – deve ligar a região do Capão Redondo à Linha 2-Verde do Metrô e à Linha 1-Azul.

As três estações que foram inauguradas nesta semana abriram ao público com atraso. Inicialmente, elas seriam inauguradas em 2014. Na última previsão, seriam abertas ao público em agosto deste ano. Acabaram sendo entregues em setembro.

Apesar da demora, o prefeito da capital paulista João Doria não conseguiu se programar a tempo de participar da inauguração. Nem ele, nem o secretário municipal de Transporte foram ao evento.

Leia também: Doria grava vídeo ao lado de Alckmin para "reafirmar lealdade" ao governador

As estações começarão a funcionar em operação assistida, em horário parcial, das 10h às 15h de segunda-feira a sábado. Todos os passageiros que quiserem trafegar apenas entre as três estações, não pagarão passagem.

A operação nesse formato, segundo o Metrô SP , "segue o padrão internacional para a abertura de novas estações de metrô e deve ser ampliada gradativamente até chegar ao funcionamento pleno, como em toda a rede".

Próximas inaugurações

Para completar a linha, porém, ainda faltam algumas estações. A CPTM mantém para dezembro a previsão de entrega de outras seis estações: Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin.

Já a estação Campo Belo – que terá ligação com o monotrilho da Linha 17-Ouro – ficará pronta apenas em 2018.

Leia também: Jovem de 15 anos é esfaqueado dentro de vagão do Metrô na Sé; agressor foi preso

Cerca de 850 mil pessoas devem utilizar diariamente os 20 km e as 17 estações da linha quando ela estiver totalmente concluída. O custo total da Linha Lilás, orçado inicialmente em R$ 7 bilhões, já está em cerca de R$ 10 bilhões.