Tamanho do texto

Agora, toda bebida vendida no Brasil com o nome de tequila será de fabricação mexicana; além disso, a cachaça no México será sempre brasileira

Desde 2015, Brasil e México fazem tratativas sobre a proteção recíproca da tequila e da cachaça
Flickr/ Danny Botelho/Creative Commo
Desde 2015, Brasil e México fazem tratativas sobre a proteção recíproca da tequila e da cachaça

A gente sabe que, nesta sexta-feira (4), o mundo inteiro comemorou o Dia Internacional da Cerveja – tudo bem se você não comemorou, estamos no sábado e a celebração ainda está liberada. O ponto é que o gosto por cerveja é universal, mas ele não é tão cultural como a tequila e a cachaça, que logo remetem ao México e ao nosso Brasilzão, respectivamente.

Leia também: Engorda? Qual tem mais álcool? Lata ou garrafa? Curiosidades sobre a cerveja

Talvez inspirado nesta data etílica – provavelmente, não – o presidente da República, Michel Temer, assinou um acordo, ainda nesta sexta que reconhece as duas bebidas como indicações geográficas e produtos distintivos dos dois países. Ou seja, agora, a tequila e a cachaça terão proteção plena de propriedade e qualidade na comercialização.

Tal acordo estabelece ainda que toda bebida vendida no Brasil com o nome de tequila será de fabricação mexicana, assim como toda cachaça vendida no mercado mexicano deverá ter sido fabricada no Brasil.

Mas, brincadeiras à parte, esse acordo não foi decidido numa mesa de bar, durante a famosa 'saidera'. Isso porque, desde 2015, Brasil e México fazem tratativas sobre a proteção recíproca da cachaça e da tequila na relação bilateral.

Com a assinatura do acordo, a qualidade e a procedência das bebidas nos dois países serão atestadas conforme procedimentos tradicionais e passarão a ser controlados e supervisionados pelas autoridades competentes de cada país.

Leia também: 9 mitos e verdades sobre a cachaça

“O acordo ratifica a tradição dos dois países na produção das iguarias e o valor simbólico para a cultura local, uma vez que chancela o interesse comum em salvaguardar a preservação da integridade e a originalidade das duas bebidas nacionais”, diz um trecho da exposição de motivos do acordo.

Bebedouro de tequila

Falando em tequila, você viu a mais recente ação de marketing da marca Jose Cuervo? A mesma vem se reposicionando no mercado de bebidas alcóolicas e apostou na proximidade do consumidor e na bebida de graça para atrair a atenção.

A ação de marketing da Jose Cuervo ocorreu no final de julho, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Ela foi criada em parceria entre a marca e a agência CP+B. Elas transformaram bebedouros em (H2Cuervo), tudo isso para celebrar o National Tequila Day , comemorado no último dia 24.  

Falta agora, no dia 13 de setembro, quando se comemora o Dia Nacional da cachaça, uma ação parecida ou uma comemoração à altura do aguardente brasileiro. Afinal, a tequila e a cachaça têm muito mais em comum do que se imagina.

* Com informações da Agência Brasil.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.