Tamanho do texto

Segundo o prefeito de São Paulo, o projeto será feito por meio de parceria público-privada e pode abrigar ainda uma Faculdade de Tecnologia de SP

Ceagesp dará espaço a centro de inovação e tecnologia, afirmou o prefeito de São Paulo João Doria
Rovena Rosa/Agência Brasil
Ceagesp dará espaço a centro de inovação e tecnologia, afirmou o prefeito de São Paulo João Doria


A Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) vai realmente mudar de lugar. Neste sábado (8) o prefeito de São Paulo, João Doria, afirmou que o local onde atualmente a Ceagesp opera se tornará um centro de tecnologia e inovação após o entreposto ser transferido para um novo local.

Leia também: Acumulada há cinco jogos, Mega-Sena poderá pagar R$ 32 milhões neste sábado

“Nós vamos ter tanto empreendimento educacionais, empreendimentos científicos e de inovação. Foi definido que ali será um centro de tecnologia e inovação da cidade de São Paulo, um centro internacional de tecnologia e inovação”, afirmou João Doria.

A confirmação da mudança foi feita pelo prefeito após sua participação em mais uma ação de divulgação de seu projeto ‘ Cidade Linda ’. Para que o projeto saia do papel e se concretize, Doria afirmou que o centro tecnológico será construído em regime de parceria público-privado (PPP) e contará com o apoio de empresas de tecnologia e de startups.

O prefeito afirmou ainda que existe a possibilidade de o espaço abrigar uma Faculdade de Tecnologia de São Paulo ( Fatec ).

Acordo de cooperação

Para tornar viável a criação do centro de tecnologia e inovação, na sexta-feira (7) foi firmado acordo de cooperação entre União, que é proprietária do terreno onde hoje se encontra a Ceagesp , o governo do estado e a prefeitura. Em conjunto, será decidido o local para onde o entreposto será transferido. O protocolo foi assinado pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi; o secretário de estado da Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Arnaldo Jardim; o prefeito João Doria; e o presidente da Ceagesp, Johnni Hunter Nogueira.

Leia também: Michel Temer diz que "acredita plenamente" na lealdade de Rodrigo Maia

Segundo o Ministério da Agricultura, o futuro parque científico contribuirá também para as atividades desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária ( Embrapa ), vinculada ao ministério.

Divergências

Na sexta-feira (7) o Ceagesp havia informado que o acordo firmado entre as partes previa apenas um levantamento preliminar para mudança e que não há previsão para a conclusão desse estudo. Por meio de nota oficial foi informado que o acordo firmado cooperação não tem relação com os investimentos do Novo Entreposto São Paulo (Nesp), que prevê a construção de um equipamento privado semelhante na zona norte da cidade.

A afirmação de João Doria vai contra o que foi informado pelo Ceagesp, uma vez que o entreposto comercial informou na nota que os donos dos box que lá funcionam não foram consultados sobre a mudança.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Antes de delação, Palocci diz que Mantega vendia informações para bancos