Tamanho do texto

Desenho ilustrou matéria do jornal britânico The Guardian sobre a Operação Lava Jato; líderes católicos consideram publicação 'ofensiva e desrespeitosa'

Igreja Católica ficou incomodada com imagem do Cristo Redentor empunhando arma e saco de dinheiro
Reprodução/The Guardian
Igreja Católica ficou incomodada com imagem do Cristo Redentor empunhando arma e saco de dinheiro

Uma imagem publicada nesta quinta-feira (1ª) pelo jornal britânico The Guardian  incomodou líderes da Igreja Católica no Brasil. A imagem em questão trata-se de uma charge que retrata o Cristo empunhando um saco de dinheiro em uma mão e uma arma na outra.

A charge abre uma longa reportagem na qual o diário questiona se a Operação Lava Jato  seria o "maior escândalo de corrupção da história". Apesar de o conteúdo da matéria não ter relação alguma com o Cristo Redentor em si, líderes católicos reclamaram da publicação.

Em entrevista à "TV Globo", o arcebispo do Rio de Janeiro, cardeal Dom Orani João Tempesta, disse que a ilustração é "ofensiva e desrespeitosa". "O Cristo é símbolo de uma nação e também símbolo de uma fé. Ao representar o Redentor desta forma, o Guardian ofende o povo brasileiro, porque isso é uma ofensa para o povo", declarou.

Segundo Tempesta, é "lamentável" que alguém não saiba "respeitar o povo brasileiro e os cristãos". "Nós lamentamos muito isso e pedimos que seja respeitada a imagem de Cristo", acrescentou.

Outras polêmicas 

O uso da imagem de um dos principais cartões-postais do País já motivou outras polêmicas no passado . Em abril de 2016, por exemplo, a revista The Economist publicou capa com a imagem do Cristo ostentando um cartaz com a mensagem "SOS".

A mesma publicação já havia, em 2009 e 2013, apostado em capas parecidas. Na primeira ocasião, a revista publicou a montagem do Cristo na forma de um foguete, prestes a levantar voo, com o título "Brazil takes off" ("Brasil decola", em tradução livre). Otimista, a reportagem falava dos rumos promissores da economia brasileira.

Já na segunda vez, a publicação também mostrava o Cristo Redentor, mas, desta vez, em trajetória de queda. O texto, de 14 páginas, questionava "Has Brazil blown it?" ("O Brasil estragou tudo?", em tradução livre), em menção aos primeiros sinais da crise econômica.

Leia também: Temer marca encontro com Alckmin em SP para tentar evitar rebelião do PSDB

Réplica

E se um monumento tem chamado tanta atenção da imprensa internacional, imagine então se existissem dois Cristos?

A partir da próxima terça-feir (6), o Rio de Janeiro contará com uma réplica do Cristo Redentor de 3,8 metros de altura que será instalada no recém-inaugurado Quiosque Divo, na Praia do Leme.

A iniciativa é fruto do projeto "Amigos do Cristo", voltado para a manutenção do Santuário Cristo Redentor e de todo o trabalho sociocultural desenvolvido pela organização, junto a empresários e à Arquidiocese da "cidade maravilhosa".

*Com informações e reportagem da Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.