Tamanho do texto

Polícia Civil confirmou que a placa do carro carbonizado, encontrado na tarde de quinta (29), é a mesma do veículo do embaixador da Grécia no Brasil

Embaixador Kyriakos Amiridis teria sido visto pela última vez em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense
Divulgação/Embaixada da Grécia
Embaixador Kyriakos Amiridis teria sido visto pela última vez em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense


A placa de um carro carbonizado, que foi encontrado na tarde desta quinta-feira (29), embaixo de um viaduto do Arco Metropolitano, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, é a mesma do veículo dirigido pelo embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis, de acordo com informação confirmada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. No interior do carro foi encontrado um corpo carbonizado.

LEIA MAIS: Embaixador da Grécia no Brasil está desaparecido no Rio de Janeiro

Evaristo Pontes, delegado da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), também reiterou que o modelo do carro encontrado em Nova Iguaçu era o mesmo dirigido pelo embaixador . No entanto, ele frisou que apenas os exames de perícia serão capazes de apontar a identidade do corpo.

“Não posso confirmar categoricamente [que era o veículo do embaixador], pois o carro estava queimado. Eu posso confirmar que tem as mesmas características, que era o mesmo modelo e ostentava uma placa igual à do carro alugado pelo embaixador. Agora, nós vamos fazer as perícias técnicas para saber se o corpo era o do embaixador”, afirmou Evaristo Pontes.

LEIA TAMBÉM: Embaixador russo morre após ser baleado em atentado na Turquia; veja vídeo

Kyriakos Amiridis está desaparecido desde a última segunda-feira (26), quando saiu da casa da família de sua esposa, que é brasileira, no município de Nova Iguaçu. O diplomata vive em Brasília e estava passando férias no Rio de Janeiro, onde foi cônsul-geral de 2001 a 2004.

O delegado da DHBF afirmou que espera chegar a conclusões sobre o caso ainda nesta sexta-feira (30): “Eu já tenho uma hipótese sobre o caso, mas prefiro não falar ainda”, concluiu.

Carreira do diplomata

Kyriakos Amiridis nasceu em Veria Imathias, na Grécia. O diplomata tem 59 anos, é casado e pai de uma filha. Formou-se em Direito pela Universidade de Aristóteles em Tessalônica, também na Grécia. Começou sua carreira diplomática em 1985, no ministério grego de Relações Internacionais.

LEIA TAMBÉM:  "Morreu dando a vida para outro", diz viúva de vendedor ambulante morto no Metrô

O embaixador participou de uma cerimônia no Palácio do Planalto, em maio deste ano, com o presidente Michel Temer. Na ocasião, o governo brasileiro oficializava os embaixadores como representantes de seus países no Brasil. A entrega das credenciais ao presidente da República é uma formalidade que aumenta as prerrogativas de atuação do diplomata no Brasil.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.