Tamanho do texto

De acordo com o novo calendário, a primeira parcela será no dia 5 de janeiro e a última no dia 17; bloqueio nas contas do estado atrasou pagamento

O governo de Pezão afirma que bloqueio nas contas do estado, feito pela União, ajudou a atrasar o pagamento
Valter Campanato/Agência Brasil - 22.11.2016
O governo de Pezão afirma que bloqueio nas contas do estado, feito pela União, ajudou a atrasar o pagamento

Após não conseguir cumprir o calendário de pagamento dos salários atrasados dos servidores estaduais, divulgado no último sábado (17), o governo do Rio de Janeiro apresentou um novo calendário nesta quinta-feira (22). A previsão agora é de que os salários sejam pagos em até cinco parcelas.

LEIA TAMBÉM:  União bloqueia R$ 128 milhões do Rio e afeta pagamento de salários de servidores

A primeira parcela será paga no dia 5 de janeiro de 2017. Todo o pagamento dos salários de novembro deve ser quitado até o próximo dia 17. O calendário anterior também previa a quitação integral dos salários dos servidores do Rio de Janeiro  até o mesmo dia.

A diferença é que, no primeiro calendário, as duas primeiras parcelas seriam pagas ainda neste mês. Segundo o governo do estado, não foi possível executar o calendário anterior devido ao bloqueio de R$ 55 milhões que a União fez nas contas do Tesouro Estadual.

De acordo com o calendário, o parcelamento anunciado nesta quinta atingirá 37% da folha de pagamento, uma vez que o Estado já havia quitado 63% do total da folha líquida de R$ 2,1 bilhões.

Salários dos servidores

No primeiro calendário, o governo do Rio informou que a maioria dos servidores estaduais teriam o salário de novembro pago em até nove parcelas. Dessas partes, somente duas seriam pagas ainda neste ano, somando R$ 640.

VEJA AINDA:  Governadores de três estados irão pedir socorro financeiro à União

A primeira seria paga na próxima sexta-feira (23), no valor de R$ 370, e a segunda no dia 29 de dezembro, no valor de R$ 270. A última das nove deveria ser paga em 17 de janeiro. Nesta quinta, o governo do Rio de Janeiro informou que iria divulgar um novo calendário.

Somente as categorias ligadas às áreas da Segurança (policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários) e da Educação já tiveram os salários de novembro quitados.

Na última sexta-feira (16), foram depositados os vencimentos de novembro dos servidores ativos e inativos da área de Segurança e, na quarta-feira (14), foram depositados os pagamentos dos servidores ativos da Educação.

E MAIS:  Senado converte em lei MP que libera R$ 2,9 bilhões ao governo do Rio

Os valores totais pagos pelo governo do Rio de Janeiro representam cerca de 60% da folha de novembro, que é de R$ 2 bilhões.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.