Tamanho do texto

Batalhão de Operações Especiais fez uma operação no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, onde encontraram Edvanderson Gonçalves Leite, o Deco

Rio de Janeiro: Tropas da PM circulam na Cidade de Deus, após operação, com queda de helicóptero e ao menos 11 mortes
Fernando Frazão/Agência Brasil - 11.11.16
Rio de Janeiro: Tropas da PM circulam na Cidade de Deus, após operação, com queda de helicóptero e ao menos 11 mortes

Suspeito de chefiar o tráfico na Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro, Edvanderson Gonçalves Leite, conhecido como Deco, foi preso nesta sexta-feira (2) no Complexo da Maré, que fica na zona norte do Rio de Janeiro. A informação foi comunicada pela Polícia Militar.

LEIA MAIS: Polícia realiza operação na Cidade de Deus para investigar queda de helicóptero

Os policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) fizeram uma operação nesta sexta-feira e encontraram Deco em uma casa na favela de Nova Holanda, no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro . O traficante era procurado pela polícia, e havia recompensa de R$ 30 mil por informações sobre ele.

Relembre o caso

A Cidade de Deus passou por intensas trocas de tiros há cerca de duas semanas, e sete moradores da comunidade foram encontrados mortos em um fim de semana. Um helicóptero da Polícia Militar caiu na Avenida Ayrton Sena, perto da Cidade de Deus, na zona oeste do Rio, matando seus quatro ocupantes, quando dava apoio a uma operação contra o tráfico de drogas.  Ainda não há um laudo conclusivo sobre as causas da queda.

LEIA MAIS: Polícia do Rio identifica corpos encontrados na Cidade de Deus

A operação foi feita depois que a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da região foi atacada a tiros por homens fortemente armados. Devido à ação, o tráfego de veículos ficou interditado na Linha Amarela, via expressa que liga a Barra da Tijuca à Avenida Brasil, e na Avenida Salazar Mendes de Moraes, onde fica instalada a sede da UPP.

Homens da UPP, com o apoio de outras unidades da corporação, fizeram uma ação na comunidade, mas ninguém chegou a ser preso.

A favela recebeu operações policiais por volta de uma semana, e um mandado de busca coletivo chegou a ser concedido, para que a polícia pudesse fazer buscas em qualquer residência de quatro localidades da Cidade de Deus. O mandado foi suspenso em outra decisão, no plantão judiciário.

LEIA MAIS:  Mandados coletivos de busca e apreensão estão proibidos na Cidade de Deus

Operações também foram realizadas em favelas que seriam dominadas pela mesma facção que atua no tráfico de drogas na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro.

* Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.