Tamanho do texto

Segundo laudo médico, vítima morreu asfixiada por um travesseiro, depois de ter sido estrangulada; Lucas Porto, que foi detido, é cunhado de Mariana

Em foto publicada duas horas antes do crime, Mariana aparece sorridente ao lado das duas filhas e de Lucas Porto
Reprodução/Instagram
Em foto publicada duas horas antes do crime, Mariana aparece sorridente ao lado das duas filhas e de Lucas Porto

Principal suspeito de assassinar a sobrinha-neta do ex-presidente da República e senador José Sarney (PMDB), o empresário Lucas Leite Porto, cunhado da vítima, foi detido nesta segunda-feira (14), em São Luís, no Maranhão.

LEIA TAMBÉM:  A vítima de estupro coletivo que cometeu suicídio após ser humilhada no WhatsApp

Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, 33 anos, foi encontrada morta no último domingo (13) em seu apartamento, no Maranhão . O corpo, de acordo com a polícia, foi encontrado pelas filhas de Mariana, duas crianças de 11 e nove anos.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo , o cunhado da vítima teria levado Mariana e as duas filhas para casa depois de um culto. Em uma foto publicada no Instagram de Lucas, ele e Mariana aparecem ao lado das duas filhas da vítima e de outros familiares. A foto foi tirada no dia do crime.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil do Maranhão, as câmeras de segurança mostram o suspeito no hall de entrada depois de ter saído do apartamento da vítima. Ele faz uma ligação e, mais tarde, aparece no mesmo local, com outras roupas. 

VEJA AINDA:  Em 1º pronunciamento após eleição, Obama diz que Trump precisa alcançar minorias

A vítima foi encontrada com sinais de asfixia. Segundo o laudo, ela morreu asfixiada por um travesseiro, depois de ter sido estrangulada. De acordo com a polícia, Lucas Leite Porto tinha marcas de arranhões pelo corpo e no rosto.

Mariana foi morta neste domingo dentro do apartamento em que morava, em São Luís
Reprodução/Facebook
Mariana foi morta neste domingo dentro do apartamento em que morava, em São Luís

Lucas prestou declarações na polícia e foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Segundo a polícia, o empresário teria apagado todo registro de ligações do celular, o que aumenta as suspeitas sobre ele.

O advogado de Lucas nega as acusações e a polícia investiga o que pode ter motivado o crime.

Corpo é sepultado

O corpo de Mariana Costa, filha do ex-deputado estadual Sarney Neto, foi sepultado por volta das 17h30h desta segunda-feira (14), no cemitério Parque da Saudade, em São Luís. O enterro foi acompanhado por parentes e amigos da vítima e da família. 

E MAIS:  Ao tentar "apimentar relacionamento", homem prende pênis em aliança de noivado

A polícia diz ainda que, depois de ter sido encontrada, Mariana chegou a ser socorrida e levada para um hospital, na noite do último domingo, mas não resistiu à asfixia e sua morte foi confirmada. As filhas da vítima estão com o pai, Marcos Renato, empresário do ramo de laticínios no Maranhão. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.