Agência Brasil

undefined
Reprodução/Twitter
Segundo a Polícia Militar do Rio de Janeiro, responsável por tiroteio estava afastado da corporação

A Polícia Militar prendeu o homem suspeito de balear nesta quarta-feira (12) um sargento da Marinha durante discussão no Park Shopping, em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Robson Rodrigues Alves é policial militar e se apresentou espontaneamente no quartel-general da PM, no centro do Rio.

LEIA TAMBÉM:  Eduardo Cunha é hostilizado por passageiros durante voo; assista ao vídeo

Ele é suspeito de dar três tiros no terceiro-sargento da Marinha Jonathan Macedo Rodrigues, depois de os dois se envolverem em uma discussão sobre o uso de uma cadeira na praça de alimentação do shopping. Jonathan Rodrigues foi encaminhado ao Hospital Naval Marcílio Dias.

De acordo com a PM, Robson Alves está afastado do serviço na rua desde o ano passado por problemas psiquiátricos e não tem autorização para andar armado porque seu porte de arma foi suspenso. Segundo a PM, sua arma funcional foi recolhida e ele havia sido deslocado para trabalhos administrativos no Batalhão de Bangu (14º BPM).

LEIA TAMBÉM:  Acidente entre dois ônibus deixa dez feridos em Diadema, na Grande SP

Depois de ter sido preso administrativamente no quartel-general, Robson Alves foi encaminhado para o Batalhão Especial Prisional, em Niterói. Um inquérito policial-militar já foi instaurado. A Polícia Civil também investiga o caso e vai pedir à Justiça a prisão temporária do suspeito.

    Veja Também

      Mostrar mais