Tamanho do texto

Polícia Civil trocou tiros com o criminoso em região de mata em São Gonçalo; Fat Family era procurado desde junho, quando foi resgatado de um hospital

Em junho, um grupo armado invadiu hospital na região central do Rio para resgatar preso conhecido como Fat Family
Divulgação
Em junho, um grupo armado invadiu hospital na região central do Rio para resgatar preso conhecido como Fat Family

O traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, foi morto pela Polícia Civil do Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira (26) em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. A operação deflagrada pela Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) se deu em uma região de mata e terminou em tiroteio, conforme reportagem do jornal "O Globo". Além de Fat Family, outros dois criminosos que atuavam na segurança do traficante foram mortos.

Aos 28 anos, Fat Family era irmão do traficante conhecido como My Thor, um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho (CV). Ele se tornou alvo de intensas buscas policiais em junho, quando foi resgatado por bandidos do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio de Janeiro.

LEIA TAMBÉM:  Fat Family começou a matar aos 15 anos de idade

Fat Family estava internado no local há poucos dias e passaria por uma cirurgia pois foi levado ao local com um ferimento a tiro no rosto. Na ambiciosa operação de resgate deflagrada por ao menos 25 bandidos durante a madrugada de 19 de junho, um paciente do centro médico foi morto, um funcionário do hospital e um policial militar ficaram feridos.

Ao menos 27 batalhões da Polícia Militar do Rio iniciaram buscas quase que diárias pelo traficante desde então, numa empreitada que, apenas nas duas semanas iniciais, deixou dez mortos e mais de 150 presos em diversas comunidades cariocas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.