Tamanho do texto

Só no Estado, Campanha de Multivacinação ocorre em 5.325 postos de saúde fixos e volantes e conta com a mobilização de 34 mil profissionais do setor

Campanha deste ano atende crianças com até 5 anos e de 9, além de pré-adolescentes e adolescentes de 10 até 14
Marcelo Camargo / Agência Brasil 24.09.2016
Campanha deste ano atende crianças com até 5 anos e de 9, além de pré-adolescentes e adolescentes de 10 até 14

Desde o início da campanha de multivacinação , na última segunda-feira (19), até as 15h deste sábado (24), foram aplicadas 432,3 mil doses de vacinas em crianças com até cinco anos, pré-adolescentes e adolescentes com idades entre nove e 15 anos incompletos em São Paulo, segundo balanço parcial do governo do Estado. Ao logo deste sábado, foi realizado o Dia D da campanha, para a atualização das cadernetas de vacinas. A multivacinação prossegue até o próximo dia 30.

LEIA MAIS:  Assistir TV de perto faz mal à saúde dos olhos: mito ou verdade?

Em todo o Estado, o atendimento ocorre em 5.325 postos de saúde fixos e volantes, com a mobilização de 34 mil profissionais do setor. A imunização é feita com o uso de 13 tipos de vacinas contra 18 doenças: BCG, que protege contra a tuberculose; rotavírus, contra um dos principais agentes causadores de diarréia; poliomielite, contra a paralisia infantil; pentavalente, contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenza tipo b (Hib); pneumocócica conjugada 10-valente; meningocócica conjugada C; trivalente, contra sarampo, caxumba e rubéola; além das vacinas contra febre amarela, gripe, varicela, hepatite A e a vacina contra o HPV, que previne o câncer de colo de útero e verrugas genitais.

LEIA MAIS:  5 polêmicas sobre a nova reforma do Ensino Médio

Por meio de nota, a diretora de Imunização da Secretaria de Saúde,Helena Sato, considerou satisfatório o comparecimento do público.”Esperamos que, durante esta próxima semana de campanha, seja possível atingir um número ainda maior para melhorar a cobertura vacinal e, assim, garantir a imunização”, disse ela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.