Tamanho do texto

Aparelhos de raio-X, portais de detecção de metal e detectores manuais devem substituir as revistas que evitam a entrada de armas em prisões

Agência Brasil

Portais de detecção de metal estão entre os equipamentos que serão encaminhados aos sistemas prisionais dos Estados
Tomaz Silva/Agência Brasil
Portais de detecção de metal estão entre os equipamentos que serão encaminhados aos sistemas prisionais dos Estados

Penitenciárias de todos os Estados brasileiros receberão nas próximas semanas os equipamentos de inspeção eletrônica usados durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio.

LEIA MAIS: Rio registra explosão de homicídios praticados por PMs às vésperas dos Jogos

Segundo o Ministério da Justiça e Cidadania, aparelhos de raio-X, portais de detecção de metal e detectores manuais devem substituir “a prática da revista vexatória nos presídios”, que servem para evitar a entrada de armas e celulares nas prisões.

LEIA MAIS:  Justiça prorroga prisão de oito presos por associação ao terrorismo

A quantidade de dispositivos distribuídos entre os Estados vai variar conforme o tamanho do sistema penitenciário de cada um. São Paulo, por exemplo, receberá 66 aparelhos de raios-X, 170 portais e 82 detectores manuais. Em Minas Gerais, serão entregues 38 equipamentos de raios-X, 82 portais e 42 detectores manuais.

LEIA MAIS:  Três policiais ficam feridos em noite violenta no Complexo do Alemão

Segundo o Ministério da Justiça, os contratos de compra dos equipamentos feitos pelo Departamento Penitenciário Nacional para a Olimpíada já previam a entrega e a instalação dos mecanismos pelas empresas fornecedoras diretamente às penitenciárias, logo após o evento esportivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.