Tamanho do texto

Nova fase da Operação Hashtag determinou a prisão de duas pessoas em São Paulo; Ministério da Justiça ainda não deu detalhes sobre as investigações

Em julho, 12 suspeitos de planejar ataques terroristas foram presos pela Polícia Federal na Operação Hashtag
Mário Ângelo/Sigmapress/Estadão Conteúdo - 21.07.16
Em julho, 12 suspeitos de planejar ataques terroristas foram presos pela Polícia Federal na Operação Hashtag

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (11), em São Paulo, mais duas pessoas acusadas de envolvimento com supostas práticas terroristas durante os Jogos Rio 2016. Os dois suspeitos detidos permanecerão presos em regime temporário.

A segunda etapa da Operação Hashtag teve ainda o cumprimento dos cinco mandados de busca e apreensão e três de condução coercitiva. As medidas judiciais foram expedidas pela 14ª Vara Federal de Curitiba.

De acordo com a Polícia Federal, todos os envolvidos são brasileiros. Em nota, a corporação alegou que os desdobramentos da operação tem "o objetivo de garantir a segurança dos Jogos Olímpicos e o bem-estar dos cidadãos".

Na primeira fase da Operação Hashtag, deflagrada no mês passado, 12 pessoas foram detidas acusadas de ligação com o grupo terrorista Estado Islâmico.

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico