Tamanho do texto

Ao menos cinco jovens chegaram a ser detidos em manifestação realizada na tarde desta quinta-feira (11), de acordo com relatos em redes sociais

Policiais arrastam estudante durante ato na praça Roosevelt, na região central de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (11)
Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo - 11.8.16
Policiais arrastam estudante durante ato na praça Roosevelt, na região central de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (11)

Um ato de estudantes secundaristas na tarde desta quinta-feira (11) na região central de São Paulo foi reprimido pela Polícia Militar, segundo relatos de alunos nas redes sociais. De acordo com os estudantes, cinco alunos chegaram a ser detidos – três na Praça Roosevelt e dois na Rua da Consolação.

Os estudantes se concentraram na Praça Roosevelt para o protesto e, segundo publicação na página Secundaristas em Luta, "estavam todos cantando quando foram reprimidos". Três foram detidos ainda na concentração do ato, de acordo com os alunos.

Eles, então, decidiram seguir em direção ao 4º Distrito Policial (Consolação), para onde os estudantes detidos teriam sido levados. Os alunos apreendidos foram liberados e, em seguida, o grupo marchou em direção à rua da Consolação, onde mais dois manifestantes foram presos.

LEIA TAMBÉM:  Polícia Federal prende mais dois suspeitos de planejar atos terroristas

Um vídeo publicado pela página Território Livre mostra policiais agredindo uma jovem com cassetete na região da Praça Roosevelt. A Polícia Militar informou, às 19h30, que apenas um estudante estava detido no 4º DP (Consolação) por pichação e incitação à violência. Sobre o vídeo, a PM informou que só se posicionaria após ver as imagens, enviadas pela reportagem do "O Estado de São Paulo" à PM às 19h50 desta quinta-feira.

O protesto foi organizado por estudantes que se autodenominam "autonomistas", ou seja, que não fazem parte dos movimentos estudantis.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.