Tamanho do texto

Um peruano, uma colombiana e um venezuelano são acusados de roubar equipamentos fotográficos de jornalista também estrangeiro, em Ipanema

Agência Brasil

Mandado de prisão provisória foi expedido a pedido do Ministério Público Estadual, mas caso deve seguir para a PF
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Mandado de prisão provisória foi expedido a pedido do Ministério Público Estadual, mas caso deve seguir para a PF

Três turistas estrangeiros tiveram prisão decretada por suspeita de furtar equipamentos do jornalista australiano Brett Costello, na última quinta-feira (4). Um venezuelano, um peruano e uma colombiana são suspeitos de furtar câmeras e lentes profissionais em um bar de Ipanema, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro.

A prisão temporária de cinco dias foi decretada no domingo (7) pelo juiz titular da Vara do Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Paulo Mello Feijó, a pedido do Ministério Público Estadual. Com o avanço das investigações, o caso deve seguir para a Polícia Federal. 

LEIA MAIS: Suspeita de bomba próxima ao Aeroporto Santos Dumont causa confusão no Rio

Na decisão, o magistrado explica que os investigadores conta com imagens das câmeras de segurança do estabelecimento onde aconteceu o furto. Segundo ele, esse tipo de crime merece atenção, já que os acusados podem ter praticado outros furtos, com participação de outras pessoas.