Tamanho do texto

Polícia informou que coletou provas e está reunindo imagens para tentar identificar e prender o suspeito; vítima foi ouvida nesta quarta-feira (3)

Agência Brasil

De acordo com um policial, um homem entrou no posto de saúde quando só havia a médica e outra funcionária
Portal Brasil
De acordo com um policial, um homem entrou no posto de saúde quando só havia a médica e outra funcionária

Uma médica cubana do Programa Mais Médicos foi estuprada dentro de um posto de saúde na cidade de Capoeiras, agreste de Pernambuco. O caso, ocorrido na segunda-feira (1º), é investigado pela Polícia Civil do Estado. A vítima foi ouvida nesta quarta-feira (3) na delegacia da cidade.

LEIA TAMBÉM:  Exame confirma estupro em jovem de 19 anos no interior de São Paulo

Em nota, a polícia informou que coletou provas e está “reunindo as imagens possíveis para tentar identificar e prender o suspeito”, mas não deu detalhes para evitar atrapalhar o andamento das investigações. O responsável pelo caso é o delegado José Flávio Pessoa.

LEIA MAIS:  Jovem que sofreu estupro coletivo foi violentada em duas ocasiões, diz polícia

De acordo com o relato de um policial, um homem entrou no posto de saúde quando só havia a médica e outra funcionária. Armado com uma faca, ele anunciou um assalto, roubou o celular das duas, isolou a funcionária em outro cômodo e estuprou a médica cubana no consultório.

LEIA TAMBÉM:  Exame confirma estupro em jovem de 19 anos no interior de São Paulo

O Ministério da Saúde informou que vai apurar o caso. A prefeitura de Capoeiras disse que a médica está recebendo apoio, mas nenhum gestor da cidade foi encontrado para dar mais informações.