Tamanho do texto

Sacola foi esquecida por passageiro dentro de trem na estação Santos Dumont; segundo concessionária, VLT voltou a operar normalmente às 13h

PF foi até o local após um funcionário da segurança alertar que uma sacola foi abandonada dentro do VLT do Rio
Reprodução/ Flickr/ mariordo59/ Creative Commons
PF foi até o local após um funcionário da segurança alertar que uma sacola foi abandonada dentro do VLT do Rio

Uma suspeita de bomba interrompeu a operação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) entre as estações do Aeroporto Santos Dummont e Antônio Carlos nesta terça-feira (2), no Rio de janeiro. Por volta das 10h50, a Polícia Federal foi até o local após um funcionário da segurança alertar que uma sacola foi abandonada dentro de um dos vagões da composição.

O Esquadrão Antibombas da Polícia Federal isolou a área. Segundo a assessoria da concessionária do VLT, o serviço continuou a operar provisoriamente somente no trecho entre as estações Cinelândia e Rodoviária. Às 13h10, o VLT voltou a operar normalmente.

O episódio desta terça-feira é a segunda interdição que ocorre no VLT do Rio em uma semana – às vésperas dos Jogos Olímpicos. Na sexta-feira (29), uma falha na operação provocou a suspensão dos serviços e obrigou os funcionários da concessionária que administra o VLT a devolverem o dinheiro de passageiros.

LEIA MAIS: Suspeita de bomba fecha rua na região central de São Paulo