Tamanho do texto

Crime aconteceu em Pedro de Toledo, interior de São Paulo; acusado já teria matado outra pessoa também com machado

O Dia

Local onde a vítima foi morta a machadadas em Pedro de Toledo, cidade do interior de São Paulo
Reprodução
Local onde a vítima foi morta a machadadas em Pedro de Toledo, cidade do interior de São Paulo

Um homem foi preso suspeito de matar um rival com uma machadada na nuca em Pedro de Toledo, no interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, o crime foi motivado por ciúmes do agressor e aconteceu no último dia 12. Após o assassinato, a Justiça decretou a prisão temporária de 30 dias. 

Segundo as investigações, a vítima, que foi identificada como Fernando Marcon Azevedo, estava se relacionando com uma garota que foi ex-namorada de João Vieira de Melo, suspeito do assassinato. 

No dia do crime, a vítima estava em um bar com a companheira quando resolveu ir até os fundos do estabelecimento buscar lenhas para uma fogueira. Nesse momento, o suspeito se aproximou do local sem ser notado e atacou Fernando com um golpe de machado na nuca. Após o crime o acusado fugiu do local sem ser notado.

O corpo foi localizado minutos depois do crime ter ocorrido, pelo dono do bar, que estranhou a demora de Fernando. Ao encontrar a vítima, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, no entanto Fernando já estava morto. A Polícia Civil foi até o local e encontrou o machado. Inicialmente, a polícia havia declarado o crime como "morte suspeita", mas continuou investigando e descobriu sobre a rivalidade entre a vítima e o acusado por causa do relacionamento de ambos com a mesma mulher.

Nas investigações a Polícia Civil descobriu que João tentou matar uma outra pessoa também a machadadas. Em abril de 2011, ele atacou e matou outro homem, sendo condenado a seis anos de prisão pelo crime, que também ocorreu em Pedro de Toledo. Ele estava em liberdade. Com essas informações, os policiais conseguiram prender o suspeito.