Tamanho do texto

Em desdobramento de operação que prendeu dez suspeitos, fornecedor de drogas da noite carioca foi detido neste sábado

Drogas sintéticas apreendidas com Mauro: 175 pílulas de ecstasy, anabolizantes e
Polícia Civil/Divulgação
Drogas sintéticas apreendidas com Mauro: 175 pílulas de ecstasy, anabolizantes e "black-lança"

Agentes da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) prenderam em flagrante o paranaense Mauro Juvenal Henrique Monteiro, de 22 anos, suspeito de ser fornecedor de drogas sintéticas para uma quadrilha que atua em boates e festas rave no Rio. Segundo a polícia, o ex-policial militar Leonardo Scorza é o principal suspeito de ser o chefe do grupo.

De acordo com a Dcod, com ele foram apreendidos 175 comprimidos de ecstasy, ampolas de anabolizantes, um litro de substância química utilizada para a confecção da droga conhecida como black-lança, que é mais forte que o lança-perfume, além de material para a embalagem e acondicionamento de ecstasy.

A ação foi um desdobramento de operação realizada no final do mês passado, quando foram presos dez suspeitos de fazer parte de uma quadrilha de traficantes de drogas sintéticas. 

As investigações apontam que Mauro seria o fornecedor de ecstasy e Key — anestésico de cavalos feito através da substância Ketamina, que tem auto poder alucinógeno —  para Leonardo. Mauro foi autuado pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas.