Tamanho do texto

Previsão meteorológica é que menores temperaturas do ano ocorram entre esta quarta-feira e a próxima quinta-feira (16)

Cidade que registrou a temperatura mais baixa do ano, Urupema se autointitula
Marília Oliveira/Prefeitura de Urupema/Divulgação
Cidade que registrou a temperatura mais baixa do ano, Urupema se autointitula "mais fria do Brasil"

A cidade de Upurema, no Estado de Santa Catarina, teve uma madrugada para seus moradores não esquecerem, nesta quarta-feira (8): com muito vento e temperaturas abaixo de 0ºC, o município de menos de três mil habitantes registrou sensação térmica de -20ºC, de acordo com o Centro de Informações de Recursos Ambientais e Hidrometereologia (Ciram). 

Na terça-feira (7) já haviam sido registrados índices negativos em território brasileiro, com destaque para -2,2°C, também em Santa Catarina, e -0,9°C nas cidades de Cruz Alta, no Rio Grande do Sul, e General Carneiro, no Paraná. Em São Paulo, a tarde foi a mais fria do ano, com o registro de 14,8°C, segundo o Instituto Nacional de Metereologia (Inmet). A menor temperatura para qualquer faixa do dia, no entanto, foi o índice de 9,5°C, registrado em 24 de maio.

Segundo a Climatempo, a semana entre esta quarta-feira (8) e a próxima quinta-feira (16) será mais fria de todo o ano de 2016. No Sudeste, as temperaturas médias devem ficar abaixo de 10°C em todas as regiões de São Paulo, no sul de Minas Gerais e no sul e região serrana do Rio de Janeiro.

Santa Catarina teve registro de sincelo na madrugada e começo da manhã desta quarta-feira (8)
Marília Oliveira/Prefeitura de Urupema/Divulgação
Santa Catarina teve registro de sincelo na madrugada e começo da manhã desta quarta-feira (8)

Existe a expectativa de que a manhã do próximo domingo (12) seja marcada por geada na capital paulista. O fenômeno também deve ocorrer no Mato Grosso do Sul. Na próxima semana, o ar polar deve chegar a mais regiões do Brasil, com a expectativa de registro de baixas temperaturas também no Centro-Oeste, em Goiás e Brasília, e até em Estados da região Norte, como Acre e Roraima.