Tamanho do texto

Massa de ar polar é a quarta que chega ao País desde o mês de abril; no Sudeste, São Paulo teve madrugada mais fria em maio nos últimos sete anos e Rio, recorde de baixas temperaturas

Serra catarinense começou a semana com muita neblina e temperaturas recordes abaixo de zero
Fabian Ribeiro / Agência Free Lancer / Estadão Conteúdo
Serra catarinense começou a semana com muita neblina e temperaturas recordes abaixo de zero


A forte massa de ar polar que chegou ao Brasil entre segunda e esta terça-feira (24) fez despencar as temperaturas em todo o País, com termômetros atingindo índices abaixo dos 0ºC na Região Sul.

Em Santa Catarina, a estação automática do Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) registrou -1°C no Morro da Igreja, região serrana do Estado, por volta das 10h de segunda-feira. A cidade de Quaraí, no Rio Grande do Sul, ficou próxima da marca, com temperaturas de 0,7°C; em São Joaquim (SC), os termometros ficaram em torno de 2,1°C e em Ausentes (RS), em 2,5°C.

Na cidade de São Paulo, houve novo recorde na madrugada desta terça-feira – a mais gelada de 2016, com o índice de 9,5°C. A última vez que o frio na capital paulista ficava abaixo dos 10°C ocorreu há quase dois anos, em junho de 2014. Para o mês de maio, no entanto, a temperatura é a menor desde 2007.

Também no Sudeste, o Rio de Janeiro viveu sensação térmica de forte frio, com 13,4°C na Vila Militar, na zona oeste. De acordo com a Climatempo, apesar de a temperatura pela manhã ficar em cerca de 20°C, os cariocas enfrentaram sensação térmica próxima aos 14°C na região do Forte Copacabana.

O ar polar chegou também ao Centro-Oeste. A segunda-feira teve temperaturas baixas em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e sul de Goiás. Em Campo Grande (MS), os termômetros, nas primeiras horas do dia, registravam 12°C.

Esta é a quarta frente fria que passa pelo Brasil desde o começo de abril. A previsão para toda a região Centro-Sul do País nos próximos dias segue sendo de clima gelado e muita chuva, com a chegada de mais uma massa de ar polar na quinta-feira (26).