Tamanho do texto

Metroviários realizam nova assembleia na semana que vem; trabalhadores da CPTM aceitaram nova proposta salarial

Estadão Conteúdo

Vai ter aperto, sim: Greve dos funcionários do Metrô marcada para terça-feira (24) foi cancelada
Marcelo D. Sants/Framephoto/Estadão Conteúdo - 23.5.16
Vai ter aperto, sim: Greve dos funcionários do Metrô marcada para terça-feira (24) foi cancelada

O sindicato dos metroviários de São Paulo descartou realizar a paralisação que estava marcada para ocorrer nesta terça-feira (24). O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) já havia determinado que 80% dos trabalhadores deveriam estar em suas funções nos horários de pico e 60% nos demais horários.

Os metroviários decidiram em assembleia realizada nesta segunda-feira (23) não fazer greve para aguardar uma nova proposta do Governo do Estado. Há uma reunião marcada para a terça-feira da próxima semana (31), e uma nova assembleia ocorrerá no mesmo dia, com indicativo de greve, caso o diálogo entre trabalhadores e a empresa não avance. Segundo a categoria, o governo vem oferecendo reajuste salarial de 7,5%.

CPTM
Trabalhadores dos quatro sindicatos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) decidiram aceitar a proposta oferecida pela empresa e encerrar a campanha salarial. Com isso, os trens também circularão normalmente nesta terça-feira, quando estava prevista uma paralisação.

Na audiência, a CPTM recuou da proposta anterior, de oferecer 10,44% aos trabalhadores em duas parcelas, e apresentou uma nova proposta de 7,5% de aumento sobre salários e benefícios, retroativos a março de 2016. No fim da tarde, após a reunião de conciliação, a CPTM decidiu voltar atrás novamente na proposta e voltou a oferecer o valor de 10,44%, que foi aceito pelos trabalhadores.

*Com informações da Agência Brasil