Queda de árvore mata uma pessoa durante temporal em São Paulo

No Brás, dezenas de árvores caíram no Largo da Concórdia e uma pessoa morreu; em Perdizes, houve um desabamento
Foto: Cris Faga/Fox Press Photo/Estadão Conteúdo - 16.5.16
Região central de São Paulo foi uma das mais afetadas pela chuva que atingiu a cidade nesta tarde

As fortes chuvas da tarde desta segunda-feira (16) deixaram a cidade de São Paulo em estado de atenção. De acordo com o Corpo de Bombeiros, mais de 100 árvores cairam na capital paulista, e os ventos atingiram mais de 60 km/h, provocando as quedas.

O pior acidente ocorreu no Centro, onde uma árvore de grande porte atingiu uma tenda de feira gastronômica no Largo da Concórdia, no Brás. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, um adulto morreu em decorrência dos graves ferimentos. Uma criança de dois anos chegou a ser dada como morta, mas foi reanimada e está em recuperação no Hospital da Santa Casa de São Paulo, respirando por aparelhos. Há mais dois feridos, entre eles a mãe da criança, e três pessoas que sofreram choques elétricos. Doze viaturas foram enviadas ao local.

"Na hora [da queda] tinha uma criança chorando, uma vítima fatal e uma mulher com muita dor. Ela tentava se mexer porque a árvore estava em cima da perna dela e a gente pedia a ela para não se mexer", relata Rodrigo da Silva Cerqueira, um pedestre que estava no local e presenciou o acidente. 

No Viaduto do Chá, no Anhangabaú, uma estrutura metálica que seria usada em um evento desabou.

Foto: Daniel Santarcangelo Dondoni Rocha/iG - 16.5.16
Árvore de grande porte caiu sobre tenda de feira gastronômica no Largo da Concórdia, no Brás

Já na Avenida Sumaré, zona oeste da cidade, uma árvore também caiu e atingiu dois carros, mas sem gravidade - as vítimas foram resgatadas com ferimentos leves. 

Na Avenida Alfonso Bovero, em Perdizes, a estrutura metálica da marquise de uma padaria desabou, e haveria um ferido grave sendo atendido pelo Corpo de Bombeiros. Também no bairro de Perdizes, as janelas de um prédio na Rua Professor João Arruda ficaram quebradas em decorrência dos fortes ventos.

Foto: Daniel Santarcangelo Dondoni Rocha/iG - 16.5.16
Estrutura que seria utilizada em evento desabou por causa dos ventos na região do Viaduto do Chá

Das 16h30 às 18h03, a cidade foi colocada em estado de atenção para alagamentos, informou o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE). Às 18h27, não havia nenhum ponto de alagamento ativo. 

Foto: Lucas Lelis
Janelas de um prédio na Rua Professor João Arruda, em Perdizes, quebraram com os fortes ventos

*Com informações de Daniel Santarcangelo Dondoni Rocha

O Twitter criou um Moments sobre a forte chuva desta tarde:


Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2016-05-16/temporal-provoca-queda-de-arvores-e-causa-duas-mortes-em-sao-paulo.html