Tamanho do texto

Com o benefício do regime semiaberto, Suzane vai passar o feriado de Páscoa fora do presídio de Tremembé, em São Paulo

Suzane Von Richthofen em 2014. Condenada pela morte dos pais vai sair da prisão durante feriado
Futura Press
Suzane Von Richthofen em 2014. Condenada pela morte dos pais vai sair da prisão durante feriado

A Justiça de São Paulo autorizou Suzane Von Richthofen, condenada a 39 anos pela morte dos pais em 2002, a realizar uma saída temporária da prisão durante o feriado de Páscoa.

O benefício a Suzane foi antecipado, já que o feriado só acontece no dia 26 de março. O Tribunal de Justiça de São Paulo ainda não informou se Suzane já foi liberada, mas a saída deve acontecer nesta sexta-feira (11). Ela cumpre a pena na Penitenciária Doutor José Augusto César Salgado (Tremembé), no interior de São Paulo.

Detentos que cumprem regime semiaberto podem realizar cinco saídas temporárias no ano, nos feriados de Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, assim como Natal e Ano Novo. 

No final de fevereiro, Suzane teve um pedido negado pela Justiça, quando manifestou interesse em cursar uma faculdade enquanto cumpre pena no regime.

Em dezembro do ano passado, Suzane sofreu uma derrota quando a Justiça negou um pedido de indenização de R$ 760 mil do Estado. O motivo para o processo foi a acusação da assassina confessa dos pais de que teria sido coagida a aparecer diante da imprensa pela diretora da unidade prisional.

O duplo homicídio foi cometido em outubro de 2002 pelo então namorado de Suzane, Daniel, e seu irmão, Cristian Cravinhos, com a ajuda da jovem. A condenação ocorreu em 2006.

Lembre: crimes em família que chocaram o Brasil