Tamanho do texto

Motorista de 59 anos conduzia veículo de linha na cidade de Guarulhos; ele foi hospitalizado, mas não corre risco de morrer

Manchas de sangue ao lado do banco do motorista do ônibus: ninguém foi preso pelo assalto
Edison Temoteo/Futura Press - 01.02.2016
Manchas de sangue ao lado do banco do motorista do ônibus: ninguém foi preso pelo assalto

Um motorista de ônibus foi baleado três vezes após reagir a um assalto na linha que conduzia na cidade de Guarulhos, Grande São Paulo, na noite de domingo (1º). Aldo de Aguiar, de 59 anos, foi internado no Hospital Pimentas, mas não corre risco de morrer.

Os três assaltantes viajavam normalmente entre os passageiros quando, na altura do quilômetro 216 da Rodovia Presidente Dutra, anunciaram o assalto. Também responsável pela função de cobrador do veículo, o motorista chegou a lutar com os bandidos antes de bater o ônibus em uma carreta, momento em que os criminosos fugiram. Nenhum deles havia sido capturado até a publicação deste texto.

O caso ocorreu na esquina da Rua Doutor Vital Brasil com a Rua Cruz Alta, no bairro de Cumbica, em um ônibus da Viação Guarulhos Transportes que liga o Conjunto Habitacional (Cohab) Haroldo Veloso à estação Armênia do Metrô, na capital paulista.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.