Tamanho do texto

Bandido que fornecia droga para várias favelas do Rio de Janeiro e da Baixada é preso pela Delegacia de Roubos e Furtos

Jornal Meia Hora

Apontado pela Polícia Civil como um dos maiores distribuidores de cocaína para favelas do Rio, Rafael de Souza Santos, o Mingau, foi preso pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). A droga saía da Bolívia e era entregue no Conjunto Amarelinho, em Irajá, de onde era distribuída para comunidades da Zona Norte e Baixada. Um taxista, que tinha permissão para trabalhar legalmente nas ruas, também foi colocado na tranca, ontem. O bando faturava R$ 800 mil por semana.

Meia Hora: Rabicó do Comando Vermelho é preso por policiais civis em Niterói

Meia Hora: bando queria "sapatear" na cara da Polícia Civil

 Rafael de Souza Santos, o Mingau, foi preso pela Delegacia de Roubos e Furtos
Reprodução
Rafael de Souza Santos, o Mingau, foi preso pela Delegacia de Roubos e Furtos

Os agentes prenderam cinco acusados, e dois mandados de prisão foram cumpridos contra bandidos na cadeia. Até o fechamento desta edição, duas pessoas ainda estavam foragidas. Mingau dava prioridade, mas não exclusividade, ao Comando Vermelho (CV). "Em uma semana, ele chegou a receber 120 kg de cocaína. Esse número é tão grande que o Rafael vendia a droga para diversas facções", disse o delegado Márcio Braga, da DRF.

Na ação de ontem, a polícia estourou uma refinaria de cocaína no Amarelinho. De lá, o pó era levado para as favelas Furquim Mendes e do Dique, no Jardim América; Kelson's e Pica-pau, na Penha; Cidade Alta, em Cordovil; Parque União, na Maré; e Parque das Missões, em Duque de Caxias. A DRF chegou ao bando após sete meses de investigações sobre bando que usou maçarico para roubar caixa eletrônico em Caxias. Os ladrões tinham ligação com alguns desses traficantes presos ontem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.