Tamanho do texto

Bandido que fornecia droga para várias favelas do Rio de Janeiro e da Baixada é preso pela Delegacia de Roubos e Furtos

Jornal Meia Hora

Apontado pela Polícia Civil como um dos maiores distribuidores de cocaína para favelas do Rio, Rafael de Souza Santos, o Mingau, foi preso pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). A droga saía da Bolívia e era entregue no Conjunto Amarelinho, em Irajá, de onde era distribuída para comunidades da Zona Norte e Baixada. Um taxista, que tinha permissão para trabalhar legalmente nas ruas, também foi colocado na tranca, ontem. O bando faturava R$ 800 mil por semana.

Meia Hora: Rabicó do Comando Vermelho é preso por policiais civis em Niterói

Meia Hora: bando queria "sapatear" na cara da Polícia Civil

 Rafael de Souza Santos, o Mingau, foi preso pela Delegacia de Roubos e Furtos
Reprodução
Rafael de Souza Santos, o Mingau, foi preso pela Delegacia de Roubos e Furtos

Os agentes prenderam cinco acusados, e dois mandados de prisão foram cumpridos contra bandidos na cadeia. Até o fechamento desta edição, duas pessoas ainda estavam foragidas. Mingau dava prioridade, mas não exclusividade, ao Comando Vermelho (CV). "Em uma semana, ele chegou a receber 120 kg de cocaína. Esse número é tão grande que o Rafael vendia a droga para diversas facções", disse o delegado Márcio Braga, da DRF.

Na ação de ontem, a polícia estourou uma refinaria de cocaína no Amarelinho. De lá, o pó era levado para as favelas Furquim Mendes e do Dique, no Jardim América; Kelson's e Pica-pau, na Penha; Cidade Alta, em Cordovil; Parque União, na Maré; e Parque das Missões, em Duque de Caxias. A DRF chegou ao bando após sete meses de investigações sobre bando que usou maçarico para roubar caixa eletrônico em Caxias. Os ladrões tinham ligação com alguns desses traficantes presos ontem.