Tamanho do texto

Bebida era para ser entregue ao marido. Direção do presídio acredita que a cachaça seria para consumo próprio

Uma mulher foi flagrada tentando entrar com cerca de 20 ovos de galinha "recheados" com cachaça no Presídio de Catalão, no Sudeste de Goiás. Segundo os agentes, o material seria entregue ao marido dela, que está detido no local. A direção do presídio acredita que a cachaça seria para consumo próprio.

Leia mais notíciais do portal O Dia

Mulher furou ovos, colocou cachaça e depois pintou com corretivo
Reprodução
Mulher furou ovos, colocou cachaça e depois pintou com corretivo

A mulher confessou aos agentes penitenciários que fez um furo em cada um dos ovos, retirou a clara e a gema e injetou a bebida. Para evitar que o fato fosse descoberto, ela colou a abertura com cola e depois pintou com corretivo para caneta.

O material foi apreendido. A mulher não chegou a ser presa, mas vai ficar seis meses sem poder visitar o marido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.