Tamanho do texto

Idoso de 73 anos foi morto por criminosos na frente da mulher ao reagir a um assalto

José Maria Coutinho, de 73 anos, foi assassinado a tiros quando caminhava de mãos dadas com sua mulher, após sair da Clínica da Família, em Parada de Lucas, na manhã de ontem. A Delegacia de Homicídios (DH) da Capital apura o crime.

O idoso tinha uma bolsa tipo pochete na cintura, o que pode ter chamado a atenção dos ladrões. Os dois criminosos passavam de motocicleta pela Rua Bulhões Marcial quando renderam a vítima, que não quis entregar a pochete e acabou baleado na frente da esposa. Populares conseguiram chamar ambulância dos bombeiros, mas a vítima morreu no local.

Idoso de 73 anos foi morto por criminosos na frente da mulher ao reagir a um assalto
Reprodução
Idoso de 73 anos foi morto por criminosos na frente da mulher ao reagir a um assalto

A Polícia Militar também foi alertada pelas testemunhas. Patrulha do 16º BPM (Olaria) chegou ao local e, por rádio, deu alarme a outras equipes. Porém, os bandidos conseguiram escapar. A principal hipótese da DH é latrocínio (roubo seguido de morte).

Mais tarde, por volta das 15h, um suspeito morreu e um policial foi baleado em uma agência bancária em Jacarepaguá. Segundo a polícia, quatro pessoas entraram na instituição financeira, localizada na Taquara, e um policial à paisana suspeitou do grupo e acabou baleando Marcelo Motta Patrício, 60 anos, apontado como integrante da quadrilha. O suspeito morreu no local. Testemunhas afirmaram que a ação foi muito rápida.

Ainda de acordo com policiais, os outros comparsas de Marcelo, entre eles uma mulher, tentaram escapar usando um carro. No entanto, na fuga, o veículo bateu em outro automóvel, e eles acabaram fugindo a pé. A DH também investiga o caso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.