Tamanho do texto

Um banho de 15 minutos gasta 135 litros de água; quando esse tempo diminui para 5 minutos, apenas 45 litros são utilizados

Com a queda do nível dos sistemas que abastecem São Paulo, principalmente o Cantareira que atingiu 3,2% da sua capacidade nesta quarta-feira (22), as pessoas estão começando a mudar alguns de seus hábitos para economizar. Mas será que faz diferença? Faz, e muita. Só ao reduzir o tempo do banho, por exemplo, é possível economizar 90 litros, a metade do que o brasileiro, em média, costuma gastar por dia: 187. Um índice muito acima do recomendado pela ONU: 110 litros.

Leia também:
Você sabia que água potável também apodrece?
Condomínios tentam parceria com Sabesp para criar poços artesianos em SP

Segundo Gabriel Ribenboim, gerente de conteúdos e metodologias do Instituto Akatu, que trabalha pela conscientização para o consumo consciente, a crise hídrica no Estado paulista é ocasionada por vários fatores e um deles é o consumo doméstico. “Reduzir o desperdício em casa é um jeito de contribuir para que os recursos naturais não sejam extintos."

Veja quantos litros de água você gasta em algumas situações do dia a dia:

Além de economizar, Ribenboim ressalta a importância do reuso da água. Ao lavar roupa na máquina, é possível retirar a água da mangueira que vai para o ralo e reutilizar para lavar outra leva de roupa ou até mesmo o piso, quando necessário. Além disso, a água utilizada para ferver alimentos, como legumes, pode ser reutilizada para fazer uma sopa.

Para economizar em casa, uma dica é colocar uma garrafa pet de 1,5 litros, cheia de areia, dentro da descarga que tem a caixa acoplada, explica Ribenboim. Ao seguir essa orientação, vai caber menos água na caixa, o que fará com que uma residência com três moradores economize até oito mil litros de água por ano.