Tamanho do texto

Inep informou que o primeiros dia de prova, no sábado (4), ocorreu sem incidentes em todo o País. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h

Agência Brasil

Mais de 277 mil candidatos fazem o Enem neste final de semana em quase todo o País
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil 03.12.2016
Mais de 277 mil candidatos fazem o Enem neste final de semana em quase todo o País

Neste domingo (4) estudantes farão o segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e vão responder questões de  inguagens, códigos e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias, além de escrever a tão temida redação. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h, no horário de Brasília. As provas começam a ser aplicadas às 13h30.

LEIA MAIS:  Segunda aplicação do Enem traz questões sobre dengue e Aquarela do Brasil

A prova está sendo aplicada neste final de semana para mais de 277 mil candidatos, pois grande parte desses estudantes foi impedido de fazer o Enem em novembro devido as ocupações em escolas e universidades ou por problemas técnicos, como falta de energia, no mês passado. 

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),  as provas deste final de semana serão totalmente diferentes das aplicadas no mês passado, mas mantêm o grau de dificuldade. Para o Inep, manter a dificuldade no exame "garantirá a isonomia entre os candidatos".

As provas são diferentes daquelas aplicadas dias 5 e 6 de novembro, mas mantêm o mesmo nível de dificuldade, o que, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), garantirá a isonomia entre os candidatos.

LEIA MAIS:  Começa o Enem 2016; mais de 270 mil alunos fazem a prova em 23 Estados

Assim como na prova ocorrida no sábado (4), os inscritos devem levar documento original com foto e caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente. Aparelhos eletrônicos são proibidos nos locais de prova e o fiscal, que aplicam o exame, devem entregar uma embalagem porta-objeto para que celulares sejam guardados. 

As provas são aplicadas em 165 municípios e 418 locais de prova. Não há exame apenas nos estados de Roraima, Acre, Amazonas Amapá.

Segunda aplicação

O Enem foi aplicado no início de novembro para 5,8 milhões de candidatos. Um grupo, no entanto, teve o exame adiado. Isso custou aos cofres públicos um adicional de R$ 10,5 milhões. Dados do Inpe apontam que 273.521 inscritos, ou seja, 98,52% não fizeram o exame em novembro devido a ocupação nas escolas, universidades e insitutos federais, que foram fechadas por manifestantes contrarios a reforma educacional proposta pelo governo. Outros 4.103 candidatos (1,47%) foram afetados por contingências como a interrupção do fornecimento de energia elétrica.

Inscritos

Minas Gerais é o Estado com o maior número de inscritos para a segunda aplicação: 72.302 pessoas. Outras unidades federativas que se destacam são o Paraná com 43.617 alunos, Bahia com 37.927, Espírito Santo com 23.486, Pernambuco com 17.155 e Rio de Janeiro com 16.451 inscritos para o Enem.

LEIA MAIS:  Escola modelo mudará currículo para se adequar à reforma do ensino médio

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.