Último resgate de corpos do voo Rio-Paris custou R$ 13,5 milhões

Ainda nesta semana deve começar o trabalho de identificação dos corpos das vítimas

EFE |

A última operação de resgate dos corpos das vítimas do voo Rio-Paris que caiu no Oceano Atlântico em junho de 2009 custou 6 milhões de euros (R$ 13,5 milhões), informou nesta quarta-feira o Ministério de Transportes da França. Essa última etapa, que durou sete semanas, foi financiada pelo estado francês, da mesma forma que as quatro operações anteriores.

A recente operação foi concluída no último dia 3, realizada pelo navio Ile de Sein. A embarcação, contudo, não deve chegar ao porto de Bayonne (sudoeste da França) antes desta quinta-feira. Os corpos serão levados a um instituto médico-legal ainda não informado para identificação.

As peças resgatadas do avião da companhia Air France serão transferidas a um hangar da Direção Geral de Armamento (DGA) em Toulouse (sul da França). O secretário de Transportes francês, Thierry Mariani, e funcionários do Escritório de Investigação e Análise (BEA) se reuniram nesta quarta-feira com membros do comitê de informação das famílias das vítimas do voo AF447 , que levava 228 pessoas a bordo.

Também participaram desse encontro membros da Guarda Nacional francesa e da companhia Air France, que expuseram, segundo o comunicado, "as grandes linhas das operações de identificação dos corpos e de sua restituição às famílias".

Ao todo, foram resgatados 104 corpos, que se somam aos 50 encontrados na superfície nos dias seguintes à tragédia. Cabe ao Tribunal de Grande Instância de Paris decidir se haverá uma nova operação de busca dos demais corpos.

Nessa reunião, segundo a nota do Ministério de Transportes, Mariani destacou também que a Justiça francesa e o BEA devem agora continuar suas respectivas investigações para determinar "as causas deste drama". Está previsto que o BEA publique ainda em junho um segundo relatório preliminar sobre as causas do acidente, depois de o primeiro apontar uma falha nas sondas de medição de velocidade como origem do acidente.

    Leia tudo sobre: air france447acidenteresgate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG