Submarino nuclear francês se une à busca pelas caixas-pretas do A330

O submarino nuclear de ataque (SNA) francês Emeraude se integrou nesta quarta-feira às operações de busca das caixas-pretas do Airbus da Air France que desapareceu no Atlântico após decolar do Rio de Janeiro, anunciou o Estado-Maior da França.

Redação com agências |

"O 'Emeraude' começará sua patrulha na manhã em uma primeira zona de busca de 20 por 20 milhas náuticas, ou seja 36 por 36 km, que deve levar um dia", afirmou o capitão de navio Christophe Prazuck.

"Mudará de zona a cada dia na missão, que não teve a duração fixada", completou, antes de afirmar que o submarino terá a ajuda a partir da tarde do navio "Mistral".

Voo 447 da Air France

O uso de um SNA em tais circunstâncias é uma novidade, pelo menos para a França. O "Emeraude" utilizará sonares para tentar localizar o sinal emitido pelas caixas-pretas.

Com uma tripulação de 72 homens e os 226 a bordo do "Mistral", o dispositivo francês de busca estará integrado por quase 400 militares, contra 160 até terça-feira.

Às duas unidades se unirão à fragata Ventôse, a dois aviões de patrulha marítima Breguet Atlantique e ao avião de vigilância marítima Falcon 50.

Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também



    Leia tudo sobre: aviaçãoavião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG