Petrolífera lamenta presença de geóloga no voo da Air France

A petrolífera norueguesa Statoilhydro lamentou a presença de três dos seus funcionários no Airbus A330, da Air France, que caiu no oceano Atlântico. Uma delas é a geóloga Marcela Pellizzon, de 29 anos.

Redação |

Divulgação
Marcela Pellizzon
Segundo a companhia, Marcela começou a prestar serviços à empresa em meados de 2008 e foi contratada em outubro. Ela era casada com outro funcionário da pretolífera.

Além dela, também estavam a bordo o advogado brasileiro Gustavo Peretti Mattos e Kristian Berg Andersen.

Em nota, o diretor da empresa no Brasil José Camargo disse estar fazendo o possível para apoiar às famílias dos colegas desaparecidos. "Vamos gastar o tempo que for preciso para ajudar uns aos outros com essa difícil experiência", afirmou, acrescentando estar em contato próximo com as famílias dos funcionários.

Veja no infográfico a rota do airbus Voo 447 da Air France

Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também

    Leia tudo sobre: acidente aereoacidente aéreo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG