Não há elementos suficientes para exigir troca de sensores, diz agência

A Agência Europeia de Segurança Aérea (AESA) afirmou nesta sexta-feira que ainda não dispõe de elementos suficientes para exigir a substituição obrigatória dos sensores Pitot, defeituosos no voo da Air France que caiu no Oceano Atlântico entre Rio de Janeiro e Paris.

Redação com agências |

"À espera de resultados complementaes das investigações sobre o acidente, nós prosseguimos com nossa avaliação técnica, que não justifica, no momento, uma medida específica nessa caso", como a substituição geral dos sensores "Pitot", informou o porta-voz da agência, encarregada da certificação dos aviões na Europa.

A AESA deixa, no entanto, "a porta aberta para uma medida nesse sentido, mas no momento não posso dizer se vai será tomada esse tipo de decisão", acrescentou o porta-voz Daniel Höltgen.

Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também

    Leia tudo sobre: acidente aéreo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG