Mais um corpo é resgatado e total vai a 50

RECIFE - Os comandos da Marinha e da Aeronáutica informaram no início da noite desta terça-feira que mais um corpo foi resgatado nas buscas às vítimas e destroços do Airbus da Air France. O corpo foi avistado e recolhido pela corveta Caboclo por volta das 11h30.

Redação |

Desde o dia 12 de junho novos corpos não eram encontrados. Este corpo foi resgatado na área Dacar, 460 quilômetros a noroeste do arquipélago São Pedro e São Paulo, e vai ser tranferido para o navio-tanque Gastão Moura, que possui câmaras frigoríficas. Esta embarcação tem capacidade para abrigar 20 corpos e permanece na área de buscas.

Entre o primeiro corpo de vítima do acidente encontrado e este que foi resgatado nesta terça há uma distância de 145 quilômetros. A área de buscas se localiza a 1450 quilômetros de Recife, onde estão sendo recolhidos vários destroços e peças de diferentes tamanhos, que chegam a ter dois metros.

Gilcemar Tabosa, capitão de fragatas da Marinha, informou que a definição das áreas de buscas é obtida a partir de estudo que analisa as correntes marítimas e os ventos predominantes. Segundo os oficias, as correntes têm mudado muito desde o início dos trabalhos. Elas já foram para o norte e em direção ao litoral do Brasil, para onde se direcionam novamente.

A área de buscas alcançou mais de 19 mil quilômetros quadrados nesta terça. A primeira reunão de avaliação da logística da operação vai ser feita nesta quarta-feira e será coordenada pelo tenente-brigadeiro Ramon Cardoso.

A fragata Bosísio chegou nesta manhã às proximidades de Fernando de Noronha com os seis corpos encontrados pela marinha Francesa anteriormente. Os corpos foram transportados até o arquipélago por um helicóptero e ainda não há previsão de quando eles devem seguir para o Recife. A fragata segue para Natal, onde vai realizar manutenção de rotina.

A Força Aérea Brasileira atua nas buscas com 10 aeronaves e a França com duas. Ainda na segunda-feira, a operação completou um total de 1000 horas voadas.

O tenente-coronel da Aeronáutica Henry Munhoz disse que as mil horas de voos completadas na segunda-feira são importantes e significativas para a equipe de buscas. Ele comparou esse número a uma operação que ocorreu no final de 2008 e que durou 30 dias. Neste trabalho, foram completadas 460 horas de voo, enquanto que, em duas semanas de buscas pelo Airbus, já se completaram mil horas.

avião da Air France desaparece


Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também

    Leia tudo sobre: aviãovoo 447voo 447 da air france

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG