França conclui nesta sexta-feira a busca acústica às caixas-pretas do vôo AF447

Será concluída na noite desta sexta-feira a busca acústica das caixas-pretas do Airbus A330 da Air France que voava entre o Rio de Janeiro e Paris e que caiu no Atlântico no dia 1 de junho, com 228 pessoas a bordo, confirmou o porta-voz do Escritório de Investigação e Análises (BEA) francês.

AFP |


"Uma segunda etapa de busca começará no dia 14 de julho com outros meios e com outro método", havia assinalado no dia 2 de julho Alain Bouillard, responsável pela investigação do BEA para determinar as causas técnicas do accidente.

Esta segunda etapa deve durar um mês e ficará a cargo do navio "Pourquoi pas" - do Instituto Francês de Investigação para a Exploração do Mar (IFREMER) - equipado com dois aparelhos para operar debaixo d'água, o submarino "Nautile" e o robô Victor.

"Não foram perdidas todas as esperanças" de encontrar as caixas-pretas, considerou na quinta-feira o diretor-geral da Air France, Pierre-Henri Gourgeon, em entrevista ao jornal francês Le Figaro.

As caixas-pretas, que registram todos os acontecimentos durante o vôo, são consideradas decisivas para explicar o acidente. As balizas às quais estão conectadas emitem sinais pelo menos durante 30 dias, mas os investigadores acham provável que continuarão emitindo até mais tempo.

A tarefa de localizá-las é muito difícil, levando em conta a profundidade de entre 3.000 e 3.500 metros no lugar onde teria caído o avião, no oceano Atlântico.

Voo 447 da Air France

Entenda o caso:

Leia mais sobre: voo 447

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG