FAB encontra mais quatro pontos com destroços do avião da Air France no Atlântico

RIO DE JANEIRO - Aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) encontraram na madrugada desta quarta-feira mais quatro pontos com novos destroços do avião da Air France que desapareceu no Atlântico com 228 pessoas a bordo, após a confirmação de que a aeronave caiu no mar durante o trajeto Rio-Paris, informou o coronel Jorge Amaral, da Aeronáutica.

Redação com agências |

"A noite não passou em branco, foram encontrados mais destroços", disse a fonte à Reuters, acrescentando que não poderia dar mais detalhes antes que as famílias dos passageiros fossem comunicadas sobre as novas informações.

Perguntada se foram encontrados corpos, a fonte afirmou: "Não, apenas destroços."

A confirmação de que os destroços do Airbus A330 foram encontrados foi dada pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, na tarde de terça-feira, após reunir-se com familiares dos passageiros no Rio.

De acordo com a Força Aérea, a quantidade e o tipo de material avistado -- peças brancas, fiação e manchas de óleo dispersos por cerca de 6 quilômetros -- levou à conclusão de que os destroços pertenciam ao Airbus que fazia o voo AF 447.

Veja no infográfico a rota do airbus

avião da Air France desaparece



Os militares brasileiros, que entram no  terceiro dia de buscas , prosseguiram durante a madrugada a operação na área em que foram encontrados os primeiros destroços, a 150 quilômetros do local onde o Airbus A330 enviou uma mensagem automática informando que sofria problemas técnicos quatro horas após decolar na noite de domingo.

Uma aeronave de sensoriamento R-99 iniciou as buscas noturnas e, durante a madrugada, três aviões C-130 Hércules sobrevoaram a região.

Cinco embarcações da Marinha se dirigiam à região onde foram encontrados os destroços, incluindo um navio-tanque. A primeira delas, o navio patrulha Grajaú, deve chegar à região às 18h desta quarta-feira.

Inicialmente, a expectativa era de que o navio chegasse às 11h, mas essa estimativa foi adiada devido a condições climáticas que impedem que a embarcação se locomova a uma velocidade maior.

Segundo o Climatempo, as nuvens estão carregadas na região das buscas, associadas à zona de Convergência Intertropical, e as condições mantêm a agitação marítima, que tente a diminuir nesta quinta, mas volta a aumentar na sexta-feira. As ondas podem chegar a 2,5 metros de altura.

Três navios mercantes estão desde terça-feira no local indicado pela FAB colaborando nas buscas. Um navio da França, capaz de realizar exploração no fundo do mar, também presta auxílio.

O voo AF 447 tinha 216 passageiros a bordo de 32 nacionalidades, incluindo sete crianças e um bebê. Segundo a Air France, 61 eram franceses, 58 brasileiros e 26 alemães. Dos 12 tripulantes, um era brasileiro e os demais franceses.

Saiba mais:

Passageiros e relatos

Vídeos:

Leia também:

Leia mais sobre viagem aérea

    Leia tudo sobre: acidente aéreo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG