A Organização Meteorológica Mundial (OMM) confirmou que havia ¿uma tormenta muito forte¿ na rota do voo 447 da Air France no dia do acidente, no domingo. Porém, a entidade convocou nesta quarta-feira uma conferência de imprensa para insistir que ainda é ¿impossível¿ concluir que o clima foi a causa do acidente.

O Airbus desapareceu com 228 pessoas a bordo durante o trajeto Rio de Janeiro-Paris.

Centenas de aviões cruzam as zonas tropicais todos os dias e nada acontece. É verdade que, pelas informações que temos, uma tormenta muito forte havia se formado na região. Mas, neste momento, tudo o que se disser é especulação, afirmou Geoff Love, diretor da OMM. Só uma investigação, que pode levar muito tempo, poderá dizer o que de fato levou ao acidente. Certamente, algo inusitado ocorreu, mas ainda não se pode dizer se isso está relacionado com a situação meteorológica.

Veja no infográfico a rota do airbus Voo 447 da Air France

Na mesma conferência, o representante do Instituto de Controle do Espaço Aéreo da Aeronáutica, Cleber Souza Correa, confirmou o que disse Love. O clima é um fator a ser levado em consideração na avaliação de um acidente, e assim será feito. Mas não se pode dizer hoje que seja esse o motivo, disse Correa, que está em Genebra, na Suíça, para trocar informações com a OMM.

Ele mostrou fotos de satélites em que se vê uma atividade intensa na região. Para ele, só a recuperação da caixa-preta poderá revelar mais detalhes. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.