Busca por corpos se estenderão pelo menos até dia 19 de junho, diz FAB

De acordo com o brigadeiro Ramon Cardoso, diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo da Força Aérea Brasileira (FAB), as buscas por corpos se estenderão até, pelo menos, dia 19 do mês de junho. Ele anunciou também que nenhum novo corpo foi encontrado nesta quarta-feira.

Redação |


O brigadeiro avisou que as buscas já ultrapassaram os limites das águas brasileiras e entraram na área de Dakar. Ele explica que os corpos estão se distanciando da costa e que, "a cada dia que passa, a probabilidade de novos corpos surgirem é menor".

Apenas destroços do voo 447 foram recolhidos pelos navios que trabalham nas buscas. "Ao longo do dia as condições do tempo ficaram bastante degradadas, o que nos obrigou a modificar as áreas de busca das aeronaves para um outro local que não é a maior prioridade." Segundo ele, a área de Dacar, onde deveriam ser feitas as buscas, estava com condições meteorológicas não adequadas.

O brigadeiro informou também que um novo navio vai integrar-se à equipe de buscas. Segundo ele, o navio Desembarque-Doca Rio de Janeiro, com efetivo de 363 militares da Marinha do Brasil, tem capacidade para armazenar cerca de 100 corpos. Ele receberá o reforço de dois helicópteros, um H-12 Esquilo e um H-14 Super Puma, ambos da Marinha do Brasil.

Ainda segundo o brigadeiro, um submarino francês já chegou à região de buscas. A função dele é encontrar a caixa preta. Mas, se encontrar corpos, fará o resgate até que um navio brasileiro chegue para fazer o transporte.

Os 25 corpos que estão sendo transportados pela Fragata Bosísio devem chegar a um local próximo a Fernando de Noronha nesta quinta-feira (11/6). De lá, serão recolhidos por dois helicópteros da FAB (H-60 Blackhawk e H-34 Super Puma) até Fernando de Noronha, onde receberão os primeiros trabalhos periciais. De lá, vão para o Instituto Médico Legal (IML) de Recife, onde o trabalho de identificação dos corpos será concluído.

O trabalho de perícia inicial em Fernando de Norionha passou de duas  para três horas.

Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também

Leia mais sobre: voo 447

    Leia tudo sobre: acidente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG