Brasileira que lutava pelos direitos das mulheres estava em voo da Air France

Entre os 228 passageiros do avião A330, voo 447, que caiu no oceano Atlântico, a Air France confirmou a presença da brasileira Angela Cristina de Oliveira Silva.

Redação |

Angela era casada com o italiano Enzo Canaletti, um militar reformado, que também estava a bordo do voo da Air France.

Segundo jornais italianos, Angela trabalhava no Centro Internacional de Orientação e Defesa da Mulher Estrangeira e era reconhecida principalmente por sua luta contra o trabalho escravo e o tráfico de mulheres.

Angela nasceu no Rio de Janeiro, se formou na Universidade Estácio de Sá e depois cursou ciência jurídica na Universidade de Ferrara, na Itália. Possuia também mestrado em criminologia, com uma tese com o tema "Violência contra as mulheres, um alarme social".

De acordo com o jornal Il Gazzettino, Angela era conhecida como "Cristina punho de ferro" pelo seu empenho contra todas as formas de violência. No Tribunal de Veneza era presidente da Associação Mulheres Sem Fronteiras.

Sua viagem ao Brasil estava relacionada ao combate ao tráfico de mulheres.

Veja no infográfico a rota do airbus Voo 447 da Air France

Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também

    Leia tudo sobre: acidente aereoacidente aéreo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG