airbus modelo A330 da Air France desapareceu, segundo informações da companhia, na madrugada desta segunda-feira durante um voo do Brasil para a França com 216 passageiros e 12 tripulantes a bordo. Segundo a empresa, a http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/06/01/lista+oficial+da+air+france+cita+58+brasileiros+nao+80+6469919.html target=_toplista tem 58 brasileiros, diferentemente da informação divulgada anteriormente pelo gerente da empresa no Rio, que dava conta de 80 brasileiros." / airbus modelo A330 da Air France desapareceu, segundo informações da companhia, na madrugada desta segunda-feira durante um voo do Brasil para a França com 216 passageiros e 12 tripulantes a bordo. Segundo a empresa, a http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/06/01/lista+oficial+da+air+france+cita+58+brasileiros+nao+80+6469919.html target=_toplista tem 58 brasileiros, diferentemente da informação divulgada anteriormente pelo gerente da empresa no Rio, que dava conta de 80 brasileiros." /

Avião que seguia do Brasil para a França desaparece, diz Air France

PARIS - Um avião http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/06/01/airbus+a330+se+destaca+por+acomodar+alto+numero+de+passageiros+6461908.html target=_topairbus modelo A330 da Air France desapareceu, segundo informações da companhia, na madrugada desta segunda-feira durante um voo do Brasil para a França com 216 passageiros e 12 tripulantes a bordo. Segundo a empresa, a http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/06/01/lista+oficial+da+air+france+cita+58+brasileiros+nao+80+6469919.html target=_toplista tem 58 brasileiros, diferentemente da informação divulgada anteriormente pelo gerente da empresa no Rio, que dava conta de 80 brasileiros.

Redação com agências |

  • Veja a galeria de fotos sobre o voo da Air France
  • Assista aos vídeos sobre o voo da Air France
  • Veja lista não oficial dos brasileiros a bordo do voo
  • Tem mais informações? Envie para o  Minha Notícia
  • Veja no infográfico a rota do airbus avião da Air France desaparece

    A Air France confirmou não ter notícias da aeronave, que saiu do Rio de Janeiro no domingo às 19h (horário de Brasília) e deveria chegar a Paris às 6h15.

    A hipótese mais provável para o desaparecimento do radar do Airbus A330 é que o avião tenha sofrido uma pane elétrica após ser atingido por um raio, afirmou Francois Brousse, diretor de Comunicação da companhia aérea francesa.

    Segundo informações da Aeronáutica, o último contato feito pela aeronave com o Centro de Controle de Área Atlântico (Cindacta III) foi às 22h33 de domingo. Nele, o comandante informou que ingressaria no espaço aéreo Dacar-Senegal, às 23h20. De acordo com a companhia, porém, às 23h14, minutos antes do controle aéreo perder o contato com o voo, a aeronave emitiu uma mensagem automática de pane elétrica.

    "Já tinha passado por (Fernando de) Noronha às 22h33. Uma hora depois o avião teria que fazer contato por rádio novamente e nesse momento não fez esse contato", disse a assessoria da Força Aérea Brasileira (FAB).

    "Em função disso entramos em contato com a Ilha do Sal (Cabo Verde). A aeronave também não fez nenhum tipo de contato com eles e nem apareceu no radar", acrescentou.

    Segundo a Air France, a aeronave entrou em operação em abril de 2005 e, desde então, já voou 18.780 horas. O comandante da aeronave tinha 11 mil horas de voo em sua carreira e já havia efetuado 1.700 horas no Airbus A330. Ainda segundo a empresa, um dos co-pilotos tinha 3 mil horas de voo e o outro, 6.600.

    O presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou que as possibilidades de se encontrar sobreviventes do avião são "poucas".

    Lista de passageiros

    AFP
    Homem procura por informações no Rio

    O gerente da companhia no Aeroporto do Galeão, Antônio Jorge Assunção, disse que a lista dos passageiros foi passada para Agência Nacional de Avião Civil (Anac), que deve divulgá-la após a comunicação aos parentes.

    De acordo com ele, havia entre os passageiros 126 homens, 82 mulheres, sete crianças e um bebê. 

    Na lista, estavam pelo menos 58 brasileiros, 61 franceses, 26 alemães, nove italianos e seis suíços, além de passageiros de outros 27 países.

    No avião, estariam  o presidente do Conselho de Administração da ThyssenKrupp Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), Erich Heine, o presidente da Michelin para a América do Sul, Luiz Roberto Anastácio, e o diretor de Informática, Antônio Gueiros; além da funcionária francesa Christine Pieraesrts. O chefe do gabinete do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Parente Gomes de Oliveira, e sua mulher, Marcele, também estariam a bordo. 

    Além deles, estariam no voo o príncipe Pedro Luis de Orleans e Bragança e o diretor artístico da Orquestra Sinfônica e regente entre 1989 e 1992 e entre 1999 e 2006, Silvio Barbato.

    AFP
    Modelo do avião que desapareceu dos radares na madrugada desta segunda

    Buscas

    Aviões da Força Aérea do Brasil iniciaram as buscas às 2h30 pela aeronave a partir da ilha de Fernando de Noronha, informou a Aeronáutica. As primeiras informações são de que durante a madrugada a aeronave não foi detectada pelos radares da Ilha do Sal, que fica entre Brasil e Europa.

    O avião da Air France estava "bem avançado no Atlântico quando fez o último contato", informou a Força Aérea Brasileira. Segundo a assessoria do Ministério da Defesa, o órgão já mobilizou sete aeronaves e três navios para os trabalhos de busca.

    Telefones para informações

    Conforme a nota, os telefones da Air France para atender familiares são: para o Rio de Janeiro: (21) 3212-1806, (21) 3212-1884, (21) 3212-1889, (21) 3212-1894; para todo o Brasil: 0800 881 2020; para a França: 0800 800 812; e para outros países: + 33 1 57 02 10 55. Já a  Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) tornou disponíveis dois números de telefone exclusivos para que os familiares obtenham informações: (61) 3366-9303 e (61) 3366-9307.

    A companhia informa também que seus funcionários estarão no Salão Nobre do Aeroporto Internacional do Galeão, localizado no 1º andar do prédio da administração, para dar informações e apoio às famílias. "A Air France divide a emoção e a inquietação das famílias envolvidas. Os familiares serão recebidos num local especialmente reservado no aeroporto de Paris Charles de Gaulle 2 assim como no do Galeão", informa a companhia na nota. Segundo a Air France, as outras operações estão normais.

    (*Com reportagem de Anderson Dezan)

    Saiba mais:

    Passageiros e relatos

    Leia também:

    Leia mais sobre: viagem aérea

      Leia tudo sobre: acidente aéreoviagem

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG