Associação e 36 famílias de vítimas do voo 447 se constituem parte civil

A Federação Nacional das Vítimas dos Acidentes Coletivos (Fenvac) e 36 famílias de vítimas se constituíram parte civil na França na investigação sobre o acidente do voo 447 da Air France entre Rio de Janeiro e Paris, anunciou nesta quinta-feira uma fonte judicial.

AFP |

Assim, os advogados destas famílias e da Fenvac terão acesso aos documentos do caso e poderão formular solicitações de atos de investigação.

Em 11 de junho, Sophie Bottai, advogada da primeira família que se constituiu parte civil, explicou que "alguns parentes de vítimas acham que não foi dita toda a verdade e que houve uma filtragem da informação".

As 228 vítimas da tragédia, que aconteceu na madrugada de 1 de junho, eram de 32 nacionalidades diferentes, entre elas 59 brasileiros, 72 franceses e 26 alemães.

mat/yw/sd

    Leia tudo sobre: voo 447

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG