Airbus defende confiabilidade do A330

O Airbus A330 é um avião muito confiável, afirmou nesta segunda-feira um alto funcionário da fabricante aeronáutica europeia, antes de destacar que é muito cedo para tirar conclusões sobre as causas do acidente do voo Rio-Paris da Air France.

Redação com agências |

O voo AF447 da companhia aérea francesa caiu no Oceano Atlântico no dia 1º de junho com 228 pessoas a bordo, no acidente aéreo mais grave desde 2001.

As primeiras suspeitas recaem sobre os sensores de velocidade e a força do vento. Aparentemente os sensores falharam nos minutos imediatamente anteriores ao acidente, segundo 24 alertas automáticos enviadas pelo avião.

"É muito cedo para especular neste momento", declarou o diretor geral do departamento comercial da Airbus, John Leahy, à agência de notícias financeiras Dow Jones Newswires.

Leahy, que fez afirmação à margem da reunião anual da Associação Internacional de Transportadores Aéreos na Malásia, destacou que o A330 voa há 15 anos e é um "burro de carga da indústria mundial do transporte".

"Hoje em dia há 600 aviões (A330) voando e temos 400 aeronaves em pedidos firmes (...) é um avião muito confiável", concluiu.

Voo 447 da Air France

Corpos de vítimas

Os comandos da Marinha e da Aeronáutica anunciaram neste domingo o resgate de mais 12 corpos de vítimas do acidente com o voo AF447 da Air France. Com isso, chega a  17 o número de corpos resgatados pelas equipes de buscas.

A Fragata Constituição, da Marinha brasileira, está levando para Fernando de Noronha os cinco corpos anunciados desde a manhã deste domingo. Os outros novos quatro corpos serão transportados pelo navio Patrulha Grajaú. A previsão é que chegue ao destino nesta terça-feira. 

Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também

Leia mais sobre Airbus

    Leia tudo sobre: airbus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG