AF 447: diretor geral da Air France se encontra com as famílias no Rio

O diretor geral da Air France, Pierre-Henri Gourgeon, se encontrou nesta quarta-feira no Rio de Janeiro com as famílias das vítimas do voo AF 447 entre Rio de Janeiro e Paris, um mês após o acidente que deixou 228 mortos.

AFP |

Gourgeon assistiu a uma missa na igreja da Imaculada da Conceição, no centro do Rio, e se encontrou durante uma hora e meia com 70 famílias, em maioria brasileiras.

Cidadãos de 32 países, entre eles 72 franceses e 59 brasileiros, estavam a bordo do Airbus A3330 da Air France que caiu no Oceano Atlântico na noite de 31 de maio.

"Transmitimos a eles as informações que temos, que são poucas, e quisemos responder às suas perguntas", principalmente sobre a identificação dos 51 corpos resgatados do mar, declarou Gourgeon à AFP.

"O trabalho de identificação está indo bem. No total, cerca de 30 vítimas foram identificadas", acrescentou.

Entre as pessoas identificadas estão brasileiros, franceses, britânicos e alemães.

O diretor da Air France também destacou que o primeiro relatório do Escritório de Investigações e Análises (BEA, sigla em francês), que deve ser publicado amanhã (quinta-feira), incluirá "a lista de todos os fatos já estabelecidos sobre o avião, a tripulação, a trajetória, os contatos, os destroços já encontrados e as condições meteorológicas na noite do acidente".

O relatório é "uma etapa significativa", mas "não permite determinar as causas exatas do acidente", avisou.



Voo 447 da Air France

Entenda o caso:


Leia mais sobre: voo 447

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG