Aeronáutica mantém operação noturna para encontrar Airbus

A Força Aérea Brasileira (FAB) manteve nesta quinta-feira a terceira madrugada de buscas ao avião da Air France que desapareceu sobre o Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo, pouco depois da companhia aérea ter divulgado uma lista de passageiros com nacionalidade brasileira.

AFP |

As operações noturnas começaram com o avião R-99 e depois com três Hércules C-130 brasileiros, um Orion P-3 americano e um Falcon 50 francês.

"Estamos saindo mais uma vez na busca de destroços do avião: saímos, realizamos a ronda e voltamos para reabastecer. Nossa aeronave tem bons meios, mas as condições na área não são as melhores", afirmou à AFP um tripulante do R-99 em Fernando de Noronha, base das operações de busca, a 350 km da costa nordeste brasileira.

Na manhã de quarta-feira, a FAB indentificou novos destroços da aeronave em uma área circular de 5 km de raio.

A mancha de combustível de 20 km significa que é improvável a possibilidade de explosão, segundo o ministro da Defesa, Nelson Jobim.

A zona de busca foi limitada a um raio de 200 km a partir do último ponto de contato com o avião desaparecido.

A Air France divulgou na noite de quarta-feira os nomes de 53 dos 58 brasileiros que viajavam no voo AF-447 .

A divulgação dos 53 nomes só ocorreu após a autorização das famílias, destacou a Air France.

Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também




    Leia tudo sobre: aviaçãoavião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG