Aeronáutica anuncia resgate de dois corpos do voo 447

Após seis dias de buscas, a Força Aérea Brasileira anunciou ter localizado e retirado dois corpos e objetos do Airbus A330 da Air France. Segundo as autoridades, os corpos são do sexo masculino. Eles estão sendo levados a Fernando de Noronha na noite deste sábado, onde serão catalogados. Na sequência, vão para o Recife. A Marinha e a Aeronáutica afirmaram que não darão detalhes do estado dos corpos em respeito às famílias.

Socorro Macedo, especial para o Último Segundo |


Segundo o vice-chefe de Comunicação Social da Aeronáutica, Coronel Jorge Amaral, os dois corpos do sexo masculino foram encontrados às 9h10 e às 11h13 deste sábado. O primeiro corpo foi localizado a cerca de 69,5 quilômetros de distância do ponto onde houve a última comunicação da aeronave e a aproximadamente 900 quilômetros de Fernando de Noronha.

No início das operações as forças concentravam em conseguir achar sobreviventes, mas não foi possível. Depois passamos a procurar destroços, sobreviventes e corpos, mas apenas hoje tivemos um resultado positivo, porém triste. Mas nos trouxe a certeza de que nosso trabalho foi bem conduzido, destacou o coronel durante entrevista coletiva em Recife.

Divulgação
Corveta

Corveta "Cabloco" procura corpos e destroços

Além dos corpos de homens foram encontrados mais objetos ligados aos passageiros, entre eles, uma mochila contendo um computador e uma maleta de trabalho, de couro, que continha um bilhete de voo da Air France. A companhia aérea francesa já confirmou que o número de reserva que está no bilhete existe.

Nesse momento, os corpos estão a caminho de Fernando de Noronha, a bordo da Fragata "Constituição", onde serão catalogados. Na sequência, vão para o Recife.

A Marinha e a Aeronáutica disseram, em coletiva às 19h, que não passarão detalhes do estado dos corpos em respeito às famílias. Disseram, ainda, que a busca pela caixa-preta não é de responsabilizade do Brasil. Trata-se de uma operação que envolve três países: Brasil, França e EUA.

Os corpos e os destroços encontrados estão na corveta Caboclo. O almirante Edison Lawrence Dantas, comandante do 3º Distrito Naval, explicou que a corveta entregará o material e os corpos recolhidos para a fragata Constituição, que tem mais velocidade e deverá chegar à área hoje tarde.

Quando a embarcação estiver a cerca de 300 quilômetros do arquipélago de Fernando de Noronha, um helicóptero da FAB irá ao seu encontro e receberá os corpos e os destroços. "Em cada uma das mochilas tinha um nome. Mas os nomes não necessariamente se relacionam aos corpos encontrados", afirmou o almirante.

As buscas continuam durante a tarde deste sábado. Às 19h, a FAB fará outra entrevista coletiva para dar mais detalhes das buscas.

O voo AF 447 decolou por volta das 19h30 de domingo (31) do aeroporto do Galeão, no Rio e deveria pousar no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, por volta das 11h local de segunda (6h de Brasília). Por volta das 22h33, a aeronave fez o último contato de voz. Às 22h48, o avião saiu da cobertura do radar de Fernando de Noronha. O Airbus transportava 228 pessoas de 32 nacionalidades, entre passageiros e tripulantes.

IML no Recife se prepara para receber corpos

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) definiu três planos de ação para receber os corpos das vítimas do vôo 447 , no Recife.

O primeiro ocorre em caso de ser encontrada uma quantidade pequena de corpos. O segundo, numa situação mediana de localização desses corpos. No caso do terceiro, ao se encontrar mais de 150 corpos, será realizado o isolamento do Instituto de Medicina Legal do Recife para os trabalhos de identificação. Com isso, a rotina diária do IML seria transferida para hospitais públicos, a exemplo do Hospital da Polícia Militar.

As buscas

Segundo o coronel Amaral, o avião R99 da Força Aérea partiu às 4h para uma missão que durou cerca de duas horas. Durante a varredura do local de buscas, os objetos, que estavam boiando, foram localizados. Entre 5h e 6h, a aeronave C130 decolou em direção ao ponto identificado, a cerca de 69 quilômetros do ponto onde houve a última comunicação da aeronave.

Às 8h07, o C130 confirmou a existência de destroços na área e, sete minutos mais tarde, um navio da Marinha chegou ao local. O primeiro objeto localizado neste sábado foi uma poltrona, com número de série 237011038331. A Aeronáutica ainda aguarda a confirmação da Air France para definir se o objeto, de fato, era do avião desaparecido.

O coronel explicou que, às 9h10, os homens da Aeronáutica localizaram o primeiro corpo, que foi identificado como sendo do sexo masculino às 9h30.

Às 9h50, uma mochila, com um notebook e um cartão de vacinação foi localizada. Às 10h18, uma pasta de couro, com um bilhete aéreo da Air France, também foi encontrada. Já às 11h13, foi localizado o segundo corpo, do sexo masculino.

Identificação

Segundo o vice-almirante Edison Lawrence, comandante do Terceiro Distrito Naval, os trabalhos de busca seguem ao longo do dia. Os corpos e os objetos localizados nesta manhã devem chegar amanhã (domingo) em Fernando de Noronha e seguir para Recife, onde serão feitos os trabalhos de identificação. 

A fragata da Marinha está recolhendo os destroços a cerca de 900 quilômetros de Noronha e, quando chegam a cerca de 300 quilômetros de distância, uma aeronave recolhe os corpos e peças localizados.

Dois navios foram deslocados para o ponto onde a fragata da Marinha encontrou os corpos e o material nesta manhã. As buscas são realizadas em uma área equivalente a cerca de 13,5 milhões de quilômetros quadrados.

Caixa preta

Correspondentes afirmam que os esforços da busca também se concentram na procura das caixas-pretas com os registros do voo.

As caixas pretas têm um mecanismo que emite sinais de localização mesmo a 4,3 mil metros abaixo da superfície da água. Não se sabe, porém, se a caixa preta - mesmo que encontrada - sobreviverá à pressão das profundezas.

Autoridades francesas afirmam também que não há garantias de que estes mecanismos ainda estejam presos às caixas pretas, pois podem ter sido separados no impacto da queda.

(Com informações da Agência Estado e da BBC Brasil)

Veja vídeos dos resgates:


Entenda

Dor das famílias

Vídeos

Fotos

Leia também

    Leia tudo sobre: acidenteairbus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG