Vitória de Marconi é incerta

Para vencer no primeiro turno, tucano teria que recuperar os três pontos percentuais perdidos nos últimos dias

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

Pesquisa Serpes/O Popular mostra que Marconi Perillo teria que recuperar os três pontos percentuais perdidos nos últimos dias se quiser se eleger governador de Goiás no primeiro turno.

Com 46,7%, o tucano teria de recuperar aproximadamente 120 mil votos para conquistar, pela terceira vez, o Palácio das Esmeraldas.

Na pesquisa anterior (28 de agosto), Marconi aparecia com 49,2% das intenções de voto. 

Hoje, a soma das intenções de voto dos demais candidatos passou de 43,4%, em 28 de agosto, para 46% na última rodada.

Ou seja, houve uma transferência de votos do tucano aos adversários.

Para vencer no primeiro turno, Marconi precisará superar todos os adversários somados em número de votos. Ou seja, o tucano teria que voltar a crescer e recuperar um patamar superior a 49%.

Como a diferença atual do tucano para os demais somados é de 0,7% pontos, numa pesquisa com margem de erro de 3,1 pontos percentuais (para mais ou para menos), o resultado das eleições permanece indefinido.

Após passar a maior parte da campanha eleitoral com chances de vencer o pleito no primeiro turno, Marconi Perillo (PSDB) vê a perspectiva se distanciar à medida que o dia das eleições se aproxima.

Caso a disputa só se resolva no fim de outubro, o nome mais cotado para a disputa com Marconi é Iris Rezende (PMDB).

Num provável segundo turno, a coligação de Vanderlan Cardoso (PR) tende a apoiar o peemedebista, já que a candidatura republicana é fruto de um racha na relação de Marconi com o atual governador Alcides Rodrigues (PP).


    Leia tudo sobre: Eleições GOEleições Marconi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG