Obama elogia luta de Dilma contra a ditadura

Presidente americano diz que derrubada do regime de exceção propiciou melhorias sócio-econômicas para o Brasil

Severino Motta, iG Brasília |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, elogiou o “sacrifício” feito por pessoas como Dilma Rousseff na luta contra a ditadura. De acordo com ele, a queda do regime de exceção no Brasil propiciou o crescimento sócio-econômico da nação. 

“O crescimento extraordinário do Brasil tem chamado a atenção do mundo todo graças ao sacrifício de pessoas, como a presidente Rousseff. O Brasil saiu da ditatura para a democracia. É uma das economias que mais cresce no mundo, tirando milhões da pobreza para uma classe média crescente. Hoje, os Estados Unidos e o Brasil são as duas maiores democracias deste hemisfério, e as duas maiores economias também”, disse. 

O tratamento público ao regime de exceção não é comum a presidentes norte-americanos que visitam o Brasil. Além do pronunciamento , Obama ainda teria voltado ao tema no Itamaraty, onde, em conversas reservadas, destacou a luta da presidente contra a ditadura militar.


Obama foi recebido na manhã deste sábado por Dilma Rousseff em uma cerimônia que começou às 10h28. O líder americano passou as tropas em revista antes de subir a rampa do Planalto, onde encontrou Dilma e o ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota. A primeira-dama Michelle Obama já estava no topo da rampa, onde chegou separadamente do marido . Após execução dos hinos americano e brasileiro, Obama entrou no palácio, onde posou para fotos ao lado de Dilma, cumprimentou ministros e autoridades e viu uma exposição de artistas brasileiros

    Leia tudo sobre: obamabrasíliadilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG