Obama deixa o Brasil e segue para o Chile

Comitiva americana partiu na manhã desta segunda-feira (21) do Rio de Janeiro

iG Rio de Janeiro |

Agência Efe
Obama e a primeira-dama, Michelle, acenam pouco antes de embarcar no avião, na Base Aérea do Galeão
O presidente americano Barack Obama e sua família deixaram o Rio de Janeiro no Air Force One, avião oficial do governo norte-americano, às 9h13 desta segunda-feira (21), rumo a Santiago, no Chile - segundo país que Obama pretende visitar na América Latina.

Obama saiu às 8h23 do hotel Marriot, na zona sul do Rio de Janeiro, onde estava hospedado desde o último sábado com sua esposa Michelle; as filhas, Sasha e Malia; a sogra, Marian Robinson; e uma madrinha da filha. A comitiva americana, com cerca de 70 pessoas, deixou o hotel cerca de uma hora antes.

O presidente americano chegou ao Rio de Janeiro na noite de sábado após passar o dia reunido com a presidenta Dilma Rousseff (PT) e empresários em Brasília. No Rio, ele visitou uma favela, discursou no Theatro Municipal e foi ao Cristo Redentor.

Um forte esquema de segurança foi montado para a partida de Obama do País. Cerca de 20 batedores do Exército escoltaram o carro onde ele estava com a família até o bairro da Gávea, na zona sul, de onde o helicóptero Marine 1 o conduziu até o pátio da Base Aérea do Galeão.

Na Base, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, além do governador do Estado, Sérgio Cabral, e outras autoridades o esperavam. Após uma breve despedida, Obama e a família embarcaram no Air Force One - avião que tem autonomia para várias horas de voo já que pode ser reabastecido no ar.

Outros seis aviões com integrantes da comitiva também partiram. O espaço aéreo do Rio de Janeiro foi fechado às 8h45 para a partida de Obama e reabriu às 9h30.

Depois do Chile, onde deverá permanecer por um dia, a comitiva americana irá visitar El Salvador, encerrando sua visita na América Latina.

    Leia tudo sobre: obamario de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG