Michelle Obama diz que relação Brasil-EUA vai além dos governos

Primeira-dama norte-americana afirma que futuro depende da relação "entre pressoas, principalmente os jovens"

BBC Brasil |

selo

Com agenda própria em Brasília, a primeira-dama americana, Michelle Obama, reforçou a mensagem de parceria bilateral trazida por seu marido e disse que, no Brasil e nos Estados Unidos, o futuro depende “mais do que da relação entre governos, mas da relação entre pessoas, principalmente os jovens”.

Michelle foi recebida no final da manhã deste sábado em um restaurante natural em formato de oca indígena, no setor sul de Brasília, para assistir a uma apresentação de capoeira e de um grupo de percussão feminino.

A primeira-dama citou Brasil e EUA como “duas das maiores economias e democracias do mundo” e se disse honrada por reafirmar esta parceria.

Michelle foi acompanhada das filhas, Malia e Sasha, de sua mãe, Marian Robinson, e da madrinha das meninas, Kaye Wilson, além de Tania, mulher do chanceler Antônio Patriota, e Gisela, mulher do embaixador americano no Brasil, Thomas Shannon.

No evento, estava também a estudante de relações internacionais Raquel Helen Santos Silva, 20 anos, que, apesar de órfã e aluna do ensino público, aprendeu inglês, participou de um programa de intercâmbio da embaixada americana e passou a representar o Brasil em eventos juvenis internacionais e no Fórum Econômico de Davos.

A primeira-dama americana disse que Raquel era um “orgulho para o mundo” e que uma de suas coisas favoritas durante viagens internacionais é conhecer jovens.

“Estimulo os jovens americanos a saírem de suas zonas de conforto, aprenderem outras línguas e viajarem pelo mundo”, afirmou.

Educação

A primeira-dama falou sobre a importância da educação e de que sua história de vida e a de seu marido “são parecidas com a de todo o mundo”.

“Ele (Obama) é esperto hoje, mas levou um tempo (para se tornar assim)”, brincou.
Cerca de 75 jovens participaram do encontro com a primeira-dama, entre participantes do programa de intercâmbio, estudantes de centros públicos de idiomas e vencedores de olimpíadas matemáticas e de astronomia.

Usando um vestido bege de um ombro só, Michelle se mostrou sorridente durante todo o evento, que durou cerca de uma hora. Depois dele, ela partiu para o Palácio Itamaraty, onde participa de um almoço com seu marido e a comitiva brasileira.

Paula Adamo Idoeta, enviada especial da BBC Brasil a Brasília

    Leia tudo sobre: Michelle ObamaBarack ObamaBrasíliagovernos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG